Viagem para o chile no inverno o que levar

Viagem para o Chile no inverno: o que levar

Olá, eu sou a Patricia. Vou compartilhar aqui com você, leitor do Portal de Inverno algumas dicas de viagem e relatos da nossa última viagem para o Chile, nesse inverno de 2016.

Chile no Inverno

Passamos 15 dias viajando pelo centro e sul do Chile em agosto de 2016. Visitamos estações de esqui, lagos, montanhas e até uma ilha na fronteira entre a região dos lagos e a Patagônia Chilena. Fizemos de tudo um pouco.

Viagem para o Chile no inverno

Mas vou começar do começo, pelos preparativos.

Arrumar as malas e mochilas pra viajar tem seus desafios. Sempre levamos alguma coisa a menos e várias coisas a mais. Eu ainda não consegui montar a mala perfeita, mas já aprendi muita coisa com as minhas viagens.

Entre malas e mochilas eu prefiro as mochilas. Só viajo com malas quando tenho certeza de que não vou usar o transporte público em nenhum momento, ou quando a viagem inclui muitas compras. A mochila me dá a liberdade de ter as mãos livres o tempo todo.

Viajar no inverno exige atenção na hora de escolher as roupas, calçados e itens de cuidados pessoais. Com maquiagem e higiene pessoal, leve tudo em miniatura. A gente sempre usa menos do que carrega.

Siga sempre a regra e vista-se em camadas, entre 2 e 4 para ser mais exata.

Leve mais peças leves para a primeira camada, são essas que vão receber o suor do seu corpo. Para uma viagem de até 10 dias leve uma camiseta, meias e roupa de baixo para cada dia. Acima de 10 dias eu sugiro manter a quantidade de 10 ou 7 dias e usar um serviço de lavanderia durante a viagem.

Para a segunda camada comece a escolher materiais tecnológicos, leves, finos e térmicos, como os fleeces da Fiero. Essa dica também serve para as meias. Procure levar metade da quantidade de meias em tecido térmico e a outra metade em algodão bem macio, para os dias na cidade e passeios que não sejam ao ar livre. A quantidade de segunda camada pode ser no máximo de 3 para as blusas e calças. Duas está ótimo, mais do que isso, só se couber na mala ou você fizer o estilo fashionista, mas pense bem, toda viagem tem comprinhas. Essas peças assim como as primeiras camadas vão aparecer pouco no seu visual, principalmente se a viagem tiver muita atividade ao ar livre.

No frio usamos muitos gorros pra esquentar a cabeça, os de lã são lindos, mas o vento frio passa por eles, tenha pelo menos um gorro em fleece pra usar junto com os de lã ou separado e assim ter mais opções e maior proteção térmica. Escolha bem o material do fleece. Nem sempre o material que tem o mesmo toque tem a tecnologia de ser térmico.

Por fim, a última camada, a que mais vai aparecer nas fotos da viagem. Essa camada requer uma atenção especial e investir na melhor qualidade será a melhor economia que você poderá fazer por si mesmo. Escolha os materiais térmicos e impermeáveis, porque viajar no inverno sempre envolve não só a neve, mas chuva também. A dica de ouro é não pensar duas vezes e comprar os de maior impermeabilização, durabilidade e beleza. Sim, beleza.

Você pode levar quantos casacos e botas quiser e couberem na mala. Em geral, eu viajo com um, ou no máximo 2 casacos e vou intercalando eles durante a viagem. Você pode seguir a mesma ideia com as botas, intercalar entre duas, com tamanhos de saltos ou alturas de canos variados. Não economize nesses itens, escolha o melhor e o que mais te agrade, porque pela característica do material eles vão durar a vida toda. As luvas e as botas da Fiero vão da cidade para as estações de esqui com a mesma beleza e qualidade em impermeabilização e proteção térmica. É um ótimo investimento pela múltipla função que elas tem. Nós somos prova de que elas são duráveis, usamos todos os dias em todas as condições possíveis, na neve, na lama, no barro, na cidade.

Pense em uma pirâmide. A base são as primeiras camadas e o topo é a cobertura final do corpo.

Aí vem a pergunta? Como vai caber tudo isso na mala/mochila? Aí entra a tecnologia dos materiais. Espessura e leveza fazem toda a diferença. Acredite, você pode economizar em outras coisas na viagem, mas não abra mão de ter o que vai te dar mais conforto térmico e pesar menos na sua mochila, e ainda durar muitas viagens. Minha experiência pessoal me mostrou que o barato sai caro e te faz passar muito frio.

Viajando para o Chile no Inverno

O casaco impermeável pode ser levado na mão à bordo (no avião ou no ônibus), as botas já vão calçadas nos pés e não ocupam espaço na mala/mochila. Como elas são térmicas use uma meia de algodão pra não passar calor nos pés. As botas da Fiero vão bem com qualquer roupa, do look do avião passando pela cidade e até os picos nevados.

Viu como é fácil arrumar a mala pra viajar?

Quer saber mais? Acompanhem meu Blog e Canal no YouTube!

Espero você aqui na próxima semana.

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

3 comentários de “Viagem para o Chile no inverno: o que levar”

  1. Informações úteis em relação às roupas,meias,casacos etc.Parabens.Como  podemos  adquirir os produtos Fiero lodo resido em outro estado.Obrigado.

    1. Olá Maria de Lourdes, tudo bem? Agradecemos pelo seu contato e por acompanhar o nosso conteúdo! A Fiero entrega para todo o Brasil com frete grátis nas compras acima de R$99,00, além disto, a primeira troca é grátis e bem simples. Confira a loja virtual: http://www.fieroshop.com.br . Esperamos ter ajudado e ficamos sempre à disposição. Um abraço, Equipe Portal de Inverno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo