Viagens Econômicas de Inverno dicas para Planejar

Viagens Econômicas de Inverno: Dicas para Planejar

Uma viagem de inverno geralmente envolve um custo global maior do que uma viagem de verão. O clima frio exige roupas especiais, calçados de qualidade, além de ter naturalmente um custo maior em transporte e hospedagem quando o destino envolve a neve.

Aula Esqui Viagens Econômicas

A boa notícia é que é possível economizar na viagem e ainda assim realizar todos os passeios possíveis. Vou deixar aqui algumas dicas que vão salvar seu orçamento.

Planeje com antecedência. Parece óbvio, mas muitas pessoas deixam para pensar na viagem faltando menos de um mês para ela acontecer. É verdade que algumas promoções de passagens acontecem com muito pouca antecedência, mas se você parar para analisar quase sempre essas passagens aéreas tem algum inconveniente atrelado. O vôo sai ou chega de madrugada, o que aumenta o custo do transporte e da hospedagem. O vôo tem escala ou conexão que obriga você a passar uma noite em outra cidade e a longa duração do trajeto acaba com o primeiro dia da viagem.

A antecedência no planejamento vai ajudar a fazer as melhores escolhas e garantir os melhores dias e horários de vôo, a melhor hospedagem. Sobre a hospedagem, quanto maior a antecedência mais baixo o valor da diária e maior a disponibilidade de hotéis e quartos no seu destino. Primeiro dica, planejar com antecedência significa poder escolher.

Segunda dica, escolha o período da baixa temporada na estação do inverno. Geralmente no final da estação não há mais férias escolares, e aí tem início a baixa temporada, nos preços em geral e principalmente nos preços dos passeios e atividades de inverno. Um ponto muito positivo é que neste período também terá menos trânsito de pessoas e excursões nos locais turísticos.

Terceira dica, decida qual é o seu propósito na viagem, seja o mais realista possível. Você tem certeza absoluta que vai praticar esportes de neve todos os dias da viagem? Não? Então repense a necessidade de ficar hospedado todos os dias na rede hoteleira da estação de esqui. Será que você poderia, ao invés disso, ficar um pouco mais afastado em um local com o mesmo conforto só que mais econômico? Outra sugestão é experimentar novas atividades de lazer na neve, onde toda a família se diverte, como passeios de trenó, caminhadas e teleféricos. As aulas de esqui e snowboard também são melhor aproveitadas quando feitas em pequenos grupos, pois a atenção do professor é dedicada somente para vocês. Assim, ao invés de pensar em pagar vários dias de aulas, porque não fazer somente algumas aulas particulares e se aventurar sozinho pelas pistas nos outros dias?

Neve em Viagens Econômicas

Quarta dica, comprar a roupa apropriada para a neve e os calçados não é jogar dinheiro fora, é investimento. Muitas pessoas tem a visão errada sobre roupas e calçados para a neve e preferem alugar eles do que comprar. Ter a própria roupa e o próprio calçado vai poupar você de passar o dia com uma roupa cuja higiene não é 100% garantida e nem sempre deixa você confortável e à vontade. Ou seja, no saldo geral vai te custar mais caro. A Fiero é uma marca de excelente qualidade, brasileira, que fabrica calçados para neve e impermeáveis com diversos modelos e cores para adultos e crianças, além de roupas e acessórios. Ter um bom calçado para neve não significa poder usá-lo só na neve, mas ao contrário, ter um calçado para todo o tipo de situação de frio e umidade e em ambientes diferentes.

Viagens Econômicas

Quinta dica, economize com transporte e alimentação. Esses são itens de custo de viagem quase sempre esquecidos de serem contabilizados. Representam custos diários e de valores até pequenos se pensarmos individualmente, mas na soma total representam um grande custo na viagem. Como economizar em transporte e alimentação? Mais uma vez volto para à primeira dica, planeje com antecedência e estude as opções que você terá no seu destino de viagem. O transporte público pode não ser sua opção mais econômica de viagem quando o seu grupo é grande. Em muitos lugares é muito fácil chegar aos pontos turísticos sozinho, será que você precisa mesmo pagar por um transfer ou pode alugar um carro, ou até ir com o transporte público quando este é eficiente e disponível?

A alimentação é um item bem pessoal de cada viajante, mas ainda assim é possível economizar e experimentar a gastronomia local sem arruinar o orçamento. Por exemplo, nos dias com muitas atividades turísticas e passeios sobra pouco tempo para sentar e fazer uma boa refeição. Nestes dias, se prepare com um café da manhã reforçado e deixe para conhecer a gastronomia local no jantar, fazendo um rápido lanche durante o dia para dedicar mais tempo aos passeios. Em pontos turísticos isolados e afastados das cidades, as opções de alimentação são menores e mais caras. Por isso, sempre leve água e snacks como opção, aproveite para comprar antes nos supermercados e pontos de venda perto do seu hotel nos dias anteriores.

Quer saber quanto custou nossa última viagem ao Chile que você acompanhou aqui no Portal de Inverno? Confira o vídeo 😉 
 

Sempre é possível economizar em algum item da viagem para poder gastar menos ou dedicar estes valores para outros itens que você considere indispensáveis. Com um bom planejamento é possível viajar com orçamentos limitados e continuar se divertindo nas férias e viagens de inverno.

Uma ótima viagem de inverno para você.

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

2 comentários de “Viagens Econômicas de Inverno: Dicas para Planejar”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo