Bariloche, ou San Carlos de Bariloche, é um dos principais destinos de inverno da Argentina. Romântica, simpática e com paisagens deslumbrantes, a cidade conta com atrações para todo o ano, como atividades na natureza, montanhas e lagos, além de boa gastronomia. No entanto, no inverno a cidade que fica no Sul argentino é ainda mais encantadora, com muita neve e diversão para toda a família. Com certeza, é um destino atrativo para todas as idades.

Continue a leitura e descubra o que fazer em Bariloche, passeios e dicas para planejar sua viagem de inverno. 

Informações gerais sobre Bariloche

Bariloche Argentina San Carlos de Bariloche fica localizada na Província de Rio Negro, ao norte da Patagônia Argentina e às margens do Lago Nahuel Huapi. Junto à Cordilheira dos Andes, faz fronteira com o Chile. Historicamente, alemães e austríacos fizeram a colonização do local, impactando sua arquitetura. Possui cerca de 130 mil habitantes. Bariloche está situada numa pequena zona climática e de vegetação de floresta temperada. A temperatura no inverno pode ficar entre -10ºC e 1ºC, com presença de neve. Temperatura ideal para quem procura aventuras e experiências no inverno, concorda?

Documentos para visitar a Argentina

Para visitar a Argentina, os brasileiros não precisam de visto ou passaporte, apenas com o RG com emissão de até 10 anos da data de expedição. É importante que o documento esteja em boas condições e seja possível identificar o portador. É importante ressaltar que apenas o RG e o passaporte são aceitos para a viagem, documentos como a CNH não são aceitos. 

Para comer e beber

Bariloche Restaurante A culinária de Bariloche é de bastante variedade, porém os pratos típicos são carnes (cervo, javali e cordeiro), a tradicional truta e os foundues. Os chocolates também são atração na cidade. Há diversas chocolatarias por lá. Não deixe de provar também o alfajor de mousse de chocolate, é uma delícia! Além disso, se você é daqueles que ama um bom vinho, Bariloche é o lugar perfeito.Aproveitar um jantar em um bom restaurante também é uma ótima opção do que fazer em Bariloche, depois de um dia de passeio. Uma novidade é o passeio de trem com jantar com trajeto entre a cidade e a Estação Perito Moreno, próximo à Laguna de Los Juncos. Se sua viagem a Bariloche é em família, pode optar por um jantar com música ao vivo e apresentação de tango, um clássico argentino. Caso você queira aproveitar a noite para mais uma aventura, é possível realizar passeios noturnos na neve em bosques do Cerro Otto (Noite Nórdica). Na maioria deles está incluso um jantar com pratos típicos locais. Quer curtir uma balada? Os panfletos estão espalhados pela cidade e é muito fácil saber o que vai rolar nas noites. Normalmente, as festas começam pelas 2 horas da manhã.

Passeios em Bariloche no inverno

Passeios Bariloche

Centro Cívico

O Centro Cívico é um dos lugares mais importantes de Bariloche. Ali você encontra o Museu da Patagônia – que mostra a história da cidade com interessantes exposições temporárias -, o monumento a Julio Roca, a Biblioteca Sarmiento e edifícios em estilo medieval estão localizados em torno de uma pequena praça. A inauguração do centro foi em 1934. Vale a pena tirar belas fotos como lembrança.

Circuito Chico

Um dos passeios mais famosos e procurados em Bariloche, o Circuito Chico possui cerca de 65 km, com duração de mais ou menos 4 horas. O passeio abrange centro da cidade até o hotel de luxo Llao Llao, sendo sua maior parte às margens do Lago Nahuel Huapi. São realizadas diferentes paradas ao longo do percurso, tudo depende do guia, clima, hora, entre outros fatores. Os pontos clássicos são o Hotel Llao Llao, Cerro Campanário e Punto Panorámico.  

Cerro Campanário

O Cerro Campanário está localizado na avenida Ezequiel Bustillo, a 17 km do Centro Cívico. Essa montanha possui um teleférico e uma vista incrível do Lago Nahuel Huapi e da cidade. Além de ser um mirante, conta com uma cafeteria. A estrutura funciona diariamente, das 9h às 18h30. Com certeza esse local não pode ficar de fora da sua viagem.

Museu do Chocolate

Para quem ama chocolates e alfajores, esse é um passeio imperdível. O Museu do Chocolate é tradicional marca argentina Havanna e oferece visitas guiadas. No momento é possível conhecer a história do chocolate, conferir o processo de fabricação, além da degustação, é claro! O museu fica situado na avenida Exequiel Bustillo, 1200, com funcionamento de segunda-feira a sábado, das 10h às 18h, e domingos, das 11h às 17h. 

Passeio de barco em Bariloche – Isla Victoria e Bosque de Arrayanes

Fazer um passeio de barco em Bariloche no inverno pode proporcionar paisagens sem igual. Tanto o Isla Victoria quanto o Bosque de Arrayanes são incríveis, destinados para todas as idades e sem necessidade de esforço físico. A ilha é a maior do lago Nahuel Huapi, caracterizada por praias vulcânicas de areia preta e floresta de pinheiros. No inverno registra picos cobertos de neve. Já o bosque é uma área protegida devido à importância de suas espécies e variedade de vida nativa. Busque uma agência de turismo com antecedência para agendar o passeio.

Lugares com neve em Bariloche

Como e quando curtir neve Bariloche

Cerro Otto

O Cerro Otto é uma das montanhas mais conhecidas de Bariloche, oferecendo muita diversão na neve mesmo para quem não esquia. Para chegar até o ponto mais alto da montanha há um teleférico. Já no alto, você pode praticar esquibunda, descer na boia, admirar mirantes e fazer caminhadas na neve. Além disso, dá para comer no café giratório no alto da montanha.O teleférico funciona diariamente e as subidas são das 10h às 17h30, sendo que a última descida é às 19h30. Os pontos de venda ficam na Calle Villegas, esquina com a Mitre; e na avenida San Martin, esquina com a Calle Independencia. 

Cerro Catedral

Já para quem deseja ter a experiência de praticar um esporte na neve, o Cerro Catedral possui instrutores para ensinar o básico no primeiro dia. As botas de ski você pode alugar lá mesmo. Você também pode desfrutar de outras atividades na neve, como esquibunda, caminhadas com raquetes, passeios de quadriciclo e moto e boias que deslizam pela neve. Os preços variam conforme as atividades. 

Piedras Blancas

Se você está pensando ainda no que fazer em Bariloche, Piedras Blancas pode ser uma boa opção. No centro é possível tanto esportes mais radicais, quanto atividades mais simples na neve. É uma alternativa de passeio para a família e grupos de amigos. Também é uma ótima escolha para quem visita a Argentina com crianças no inverno. São disponibilizadas aulas de esqui para quem é iniciante. O que você achou do nosso post sobre o que fazer em Bariloche no inverno? Para mais dicas de atrações e atividades para aproveitar a estação, continue nos acompanhando. Ah, e aqui no Portal de Inverno você também confere dicas do que usar em Bariloche. Até a próxima!