Destinos de inverno: a rota do vinho no Brasil

30 de março de 2015 - Por Portal de Inverno

Um dos passeios que tem despertado a atenção e curiosidade de vários turistas brasileiros e estrangeiros é a visitação a vinícolas. Até um nome foi criado para este tipo de passeio: Enoturismo. Tecnicamente, o Enoturismo é um segmento turístico baseado na viagem motivada pela apreciação do mundo do vinho, seus sabores, aromas, tradições, cultura e gastronomia. E o melhor deste tipo de passeio é que ele combina perfeitamente com as baixas temperaturas do período de inverno! 

Embora o consumo de vinho no nosso país não seja tão habitual quanto em outros países, o Brasil tem expandido seu Enoturismo nos últimos anos. E o crescimento não foi lento! De 2001 a 2010 a quantidade de visitas saltou de 45.000 para 200.000 por ano. Isso aconteceu devido ao remodelamento e inovações na estrutura e serviços oferecidos pelas vinícolas.

O Enoturismo geralmente envolve visitas guiadas a vinhedos, conhecer o processo de elaboração de vinhos, sua história, tradição e degustação, assim como adquirir produtos diretamente no local de sua fabricação. Percorrer corredores cheios de tanques de fermentação, observar as máquinas e ver os barris de carvalho nos quais o vinho envelhece também são possibilidades nos pacotes de atividades oferecidos pelas vinícolas.

O Enoturismo no Brasil evoluiu tanto que hoje oferece diversão e opções mesmo para pessoas que não bebem vinho, como algumas bebidas a base de uva, mas sem álcool, a exemplo de alguns sucos integrais de uva. Ou seja, uma ótima opção de passeio para famílias! 

O destaque para vinícolas e qualidade dos vinhos brasileiros aponta para a região sul, certamente a mais popular do segmento no país. De fato, os melhores produtores de vinho estão localizados no Rio Grande do Sul, responsáveis por 80% da produção brasileira. O plantio dos vinhedos no estado teve início em 1870, quando famílias italianas se instalaram na região. Hoje, aproximadamente 20.000 famílias gaúchas vivem do plantio da uva.

Embora a Serra Gaúcha seja o foco da produção de uva e turismo no Rio Grande do Sul, é importante ressaltar que existem outros locais do estado que produzem vinho como Campos de Cima da Serra, na região de Vacaria, Campanha na região de Bagé até Itaqui e Sudeste, na região de Encruzilhada do Sul até Piratini. Os principais vinhos produzidos na Rio Grande do Sul são Moscato Branco, Cabernet Sauvingon, Merlot, Chardonay, Tannot Riesling, Pinot Noir, Cabernet France, Trebbiano, Prosecco, Alicante Bouschet, dentre outros. 

Vinícola Miolo Bento Gonçalves

Na Serra Gaúcha, a região é popularmente conhecida como Vale dos Vinhedos. Está localizada a aproximadamente 130 km de Porto Alegre e situada em um vale com mais de 20 vinícolas que produzem alguns dos vinhos finos brasileiros de mais alta qualidade. O Vale dos Vinhedos conta com vinícolas, hotéis, pousadas, restaurantes e ótima estrutura para o turismo. No local, pequenas propriedades também estão focando no Enoturismo e tem oferecido opções muito interessantes e diferenciadas para os turistas, como workshopsfondue, jantares harmonizados e “enoboutiques”.

As cidades que fazem parte do Vale dos Vinhedos são Garibaldi, Bento Gonçalves e Monte Belo do Sul. Bento Gonçalves tem a Rota Cantinas do Sul, onde é possível aprender sobre a história da imigração italiana, degustar vinhos, sucos e espumantes, assim como aproveitar os restaurantes típicos italianos. Na cidade também vale a pena visitar o Mirante Campanário e passear de Maria Fumaça, onde é possível apreciar belas paisagens, muito vinho, suco e música folclórica.

O vinho também é tradição no sul de Minas Gerais, nos municípios de Caldas e Andradas, também colonizados por italianos. A principal atração das suas vinícolas é o acompanhamento da produção do vinho em suas adegas, das artesanais até as mais modernas, e as degustações.  A região tem 11 adegas que fabricam especialmente os vinhos bordô, feitos com folhas de figo, além do Niágara rosado e Niágara branco, feitos com 95% de uvas cultivadas na própria região. Em Julho também vale a pena visitar a Festa do Vinho, na cidade de Andradas. 

Em Santa Catarina, o Enoturismo é recente e, por isso, o estado ainda não oferece toda a estrutura que o Rio Grande do Sul oferece. É favorecido pelas condições geográficas e climáticas para o cultivo dos vinhedos, com grande incidência solar e variação de temperatura no mesmo período, além de significativa variedade de uvas viníferas e aperfeiçoamento de técnicas de cultivo, colheita e produção.

O cultivo da uva acontece em quatro regiões do estado: Encantos do Sul, Roteiros Nacionais de Imigração, Vale Europeu e Serra Catarinense. Avaliando tanto produção quanto a popularidade do Enoturismo catarinense, a Serra Catarinense merece destaque mesmo sendo o polo de vinhos mais recente do estado. As cidades São Joaquim, Campo Belo do Sul, Urupema, Urubici e Bom Retiro oferecem ótimas características do solo e condições climáticas propícias para o cultivo de vinhedos de casta europeia, produzindo espumantes de padrão internacional e vinhos finos de cepas europeias. 

Turismo vinho Brasil

Existem outras cidades no Brasil onde é possível visitar vinícolas, mas a temperatura no local é alta já que estão localizadas no nordeste brasileiro, mais precisamente no vale do Rio São Francisco. Além da temperatura, os passeios, atividades e gastronomia são muito diferentes das opções oferecidas nas vinícolas da região sul.  No nordeste são produzidos 15% dos vinhos finos brasileiros e a região é responsável por 35% da exportação do produto.  

Gostou da nossa dica de passeio? Quer saber mais? Entre em contato conosco!

Compartilhe com um amigo:

O especialista do frio indica...

Quando as temperaturas começam a baixar, nada melhor do que contar com a opinião, conselhos e dicas de quem entende muito sobre o frio. Não importa qual o assunto, aqui você encontrará o melhor conteúdo para que possa aproveitar todos os momentos do inverno e esclarecer as suas principais dúvidas sobre os dias frios. Quer sugestões sobre os melhores produtos para aquecer, dicas  para manter a saúde ou sobre o que levar na mala na sua próxima viagem de inverno? Confira alguns posts selecionados a dedo pelos nossos especialistas do frio para você!

Top