Genebra Suíça Inverno Barco

Genebra no inverno em um dia: roteiro turístico e dicas

Genebra fica na parte francesa da Suíça e também é conhecida como a capital da paz, por ser a sede da Cruz Vermelha, ONU e Organização Mundial de Saúde. São mais de 200 organizações internacionais que tem sede por lá. Além disso, a cidade é uma das principais portas de entrada para os Alpes e tem vista para o imponente e famoso Mont Blanc.

Você sabia que em uma hora é possível ir de um dos maiores lagos da Europa, o Lago Léman, até bem pertinho do Mont Blanc, o ponto mais alto do continente?  Fomos surpreendidos pela beleza e história do lugar. São mais de 2000 mil anos contados através dos museus, centro histórico, prédios e muito mais. Genebra é um lugar cheio de personalidade, uma mistura de culturas que se relacionam em perfeito equilíbrio. Vamos ao roteiro? 

DICA: Quando você se hospeda em um hotel na cidade, o estabelecimento providencia cartões de transporte. O Geneva Transport Card não tem custo nenhum e você pode andar por todo o transporte público da cidade, desde os barquinhos no lago Léman, até os trens e ônibus. 

PASSEIO DE BARCO PELO LAGO LÉMAN

Barco Genebra Inverno

Existem diversos tipos de passeios de barcos e cruzeiros pelo lago Léman, mas nós achamos que não precisaríamos fazer um cruzeiro específico e simplesmente “passear” com os táxis, barcos que levam de um ponto ao outro do lago gratuitamente.

O nome desses barquinhos que fazem a travessia pelo lago, são os Mouettes Genevoises, barquinhos de cor amarela que fazem a travessia de um lado para o outro do lago a cada 10 minutos. Nós fizemos a travessia da parte nova da cidade para a parte mais antiga. Para conferir as linhas e horários, acesse o site oficial >> https://mouettesgenevoises.com 

JET D’EAU OU JATO D’ÁGUA

Jato D'água Genebra Inverno

É possível ver o jato d’água de vários pontos da cidade. Ele chega a 140 metros de altura e tem uma vazão de 500 litros de água a cada segundo a uma velocidade de 200 km/h. Achei esses números impressionantes! Inicialmente eles usavam o jato para distribuir água do rio Ródano para os artesãos da região, mas desde 1891 ele passou a enfeitar a cidade, virando um dos pontos mais procurados pelos turistas que visitam Genebra. 

JARDIM INGLÊS E PROMENADE DU LAC

Jardim Inglês Promenade Genebra

O famoso relógio de flores fica no Jardim Inglês. São mais de 6500 flores que mudam de acordo com cada estação. E nos arredores do relógio é possível passear pela orla do lago, um espaço bem bonito, arborizado, ótimo para caminhar e conhecer um pouco mais o local!  

PASSEIO PELO CENTRO HISTÓRICO

Centro Genebra Construções

Caminhando pelo centro histórico da cidade, você passará pela Igreja de St. Germain, a mais antiga de Genebra. A construção atual é do século XIV, mas recentemente descobriram que já havia resquícios de uma base do século IV, quando o cristianismo estava começando na região. São diversos prédios históricos, ruazinhas e vielas, uma mais linda e charmosa do que a outra. Vale muito a pena explorar cada cantinho do centro histórico de Genebra!

Outra parte imperdível é a Catedral de São Pedro ou St. Pierre em francês. Ela fica bem no coração da antiga cidade e desde 1535 é a principal igreja protestante de Genebra. Ahh, e não deixe de entrar na igreja, ela é linda e a entrada é gratuita!

MONUMENTO DE BRUNSWICK

Monumento Genebra Inverno

Carlos II foi um Duque Alemão. Conquistou sua fortuna em Paris e depois foi morar em Genebra. Quando ele morreu, em 1873, deixou sua enorme propriedade para a cidade, mas com a condição de que o local fosse o palco do seu funeral. Foi a primeira vez quem um mausoléu foi construído em Genebra, se tornando o Monumento de Brunswick.

CURIOSIDADE: A World Wide Web foi criada em Genebra, a nossa famosa internet.

ONU – ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS

Onu Genebra Europa

A linha 8 é uma das linhas de ônibus que chegam até a sede da ONU lá e passam a cada 15 minutos. A cadeira quebrada, um dos pontos mais fotografados da cidade, está na praça da ONU desde 1997. Foi criada com 5 toneladas de madeira e a ideia inicial era para lembrarmos das vítimas das minas terrestres, hoje o monumento é sobre a recusa à guerra civil armada.

VIADUC DE LA JONCTION

Viaduc Jonction Genebra

É o cruzamento de dois grandes rios de Genebra: o rio Ródano e o rio Arve. Achei o lugar bem lindo e acredito que vale a pena a visita, mesmo sendo um lugar mais afastado do centro da cidade.

Gostou da sugestão de passio? Para chegar até lá, você pode pegar a linha 7 ou 9 do ônibus. É a última parada e o nome do ponto é Jean-Jacques. Descendo do ônibus você verá uma rótula, é só seguir em frente pela Avenida du Devin-du-Village. Ao final da rua você encontrará umas escadas e, com mais uns minutinhos de caminhada, chegará no viaduto. Tem um caminho sobre o viaduto para os pedestres e é cheio de grades altas, mas bem no meio há alguns espaços para poder observar melhor. Eu achei a vista lá de cima maravilhosa e bem ao fundo é possível ver também o jato d’água.

DICA: Chegando em Genebra pelo aeroporto você pode ir de graça até o centro da cidade. No lugar onde se retiram as bagagens, próximo à porta de saída, você pode pegar um ticket de ônibus. A viagem tem duração de 80 minutos aproximadamente, tempo mais do que suficiente para chegar até a estação principal.

O QUE USAR?

Genebra o que vestir calçar

A temperatura estava ótima durante o nosso passeio por Genebra, que aconteceu na primeira semana de janeiro. Ao meio dia o termômetro marcava 8ºC e o sol estava brilhando. No início da manhã e final de tarde o frio era um pouco mais intenso, neste período do dia a temperatur era de 0°C aproximadamente. 

No dia da visita à Genebra usei 1 calça e 1 blusa térmica, 1 fleece, 1 calça daquelas coladinhas (tipo de academia) e 1 trench coat térmico e lindo que usei muitas vezes nessa viagem. Nos pés, uma bota toda forrada com lã de carneiro naturalNão esqueça também de usar luvas e gorro, perdemos muito calor pelas extremidades e é ideal estarmos bem protegidos nessas áreas do corpo. Golas e cachecóis também são essenciais para nos mantermos mais aquecidos. 

DICA: Leve casacos e calçados que combinem com o máximo de peças. Assim você pode só trocar o gorro e gola, por exemplo, e parecerá que está sempre com uma nova roupa. Um bom casaco preto é um verdadeiro curinga!

O que achou do nosso roteiro de 1 dia por Genebra? Já foi lá ou pretende ir? Conte para nós nos comentários deste post, vamos amar ouvir as suas experiências.

Julia busca trazer dicas e facilitar a vida do viajante com um jeito cativante e atenção aos detalhes!

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo