O que levar para uma viagem de inverno na Suíça e França?

31 de março de 2022 - Por Blog Mala de Viagem

Cada viagem exige uma programação diferente, uma preparação especial e uma organização de mala única. E quando entramos nesse assunto sobre o que levar na mala para determinada viagem, as dúvidas mais frequentes são aquelas relacionadas às viagens durante a estação mais fria do ano. E pensando nisso, com o relato da minha experiência, venho abordar esse assunto através de dicas que vão te ajudar na hora de arrumar sua mala para uma viagem de inverno.

Em março de 2022, tive a oportunidade de conhecer a Suíça e passar mais alguns dias na França. Dividi a viagem em três etapas e, para cada uma delas, precisei me vestir de determinada forma. A prioridade sempre foi o meu conforto e aproveitamento de cada atividade programada no roteiro.

A PRIMEIRA ETAPA DA VIAGEM – SUÍÇA

1. LUCERNA

Viagem em Lucerna Suíça

A primeira etapa da viagem foi na Suíça. Cheguei no aeroporto de Zurich e segui para Lucerna. Lucerna aparece como ótima sugestão para uma primeira viagem à Suíça, pois ela representa bem o país. Banhada pelo lago Vierwaldstättersee (Lago Lucerna), oferece aos turistas passeios de barco e um charmoso centro histórico.

A temperatura média em Lucerna no mês de março fica entre 2ºC e 11ºC. Embora eu tenha tido sorte com o tempo, mesmo fazendo bastante sol, os dias e noites eram gelados, sendo imprescindível usar as roupas, calçados e acessórios adequados para me manter sempre aquecida.

Lucerna é uma cidade que encanta, seja por sua história, arquitetura ou paisagens com vista para os Alpes. E, considerando tais peculiaridades, é uma cidade para ser explorada a pé. Sabendo disso, ainda na fase de preparativos e organização de mala para a viagem de inverno, precisei pensar no que eu deveria levar e como poderia me vestir em cada dia que estivesse em Lucerna. Eu precisaria de uma bota confortável e que deixasse sempre meus pés aquecidos. Não poderia abrir mão de boas peças térmicas e um casaco que combinasse com a elegância do destino.

Apesar de uma viagem de inverno exigir uma organização de mala mais minuciosa do que uma viagem durante o verão, a verdade é que foi fácil chegar à conclusão de que eu deveria levar na minha mala as peças da Fiero, marca brasileira especializada em roupas, calçados e acessórios para o inverno, frio e neve.

Para os meus dias em Lucerna, optei pelas seguintes peças:

Sempre por baixo de toda e qualquer roupa, eu usei as seguintes peças da Fiero:
Calça térmica segunda pele Thermo Premium;
Blusa térmica segunda pele Thermo Premium.

Quando a temperatura está negativa ou próxima a zero, é fundamental se vestir em camadas. Algumas pessoas confundem o conceito com “colocar um monte de roupas”. Na verdade, quando falamos em vestimenta em camadas, estamos falando de se vestir com as peças certas, que devem ser usadas em uma ordem específica, a fim de garantir o aquecimento do corpo. Cada camada exerce uma função diferente e, no final, é exatamente isso que vai garantir o seu conforto.

A primeira camada é de contato direto com a pele. Para baixas temperaturas, é sempre fundamental usar a segunda pele térmica, com modelagem justa ao corpo. Justamente é esse contato que consegue manter o nosso corpo aquecido e seco, mesmo durante a prática de alguma atividade física. Isso porque a roupa tecnológica consegue transportar o suor para fora e secar rapidamente.

A segunda pele térmica deve ser usada tanto na parte superior (blusa), quanto na parte inferior (calça) do corpo.
Por isso, durante essa viagem de inverno, sempre usei a calça térmica segunda pele Thermo Premium e a blusa térmica segunda pele Thermo Premium. Outra grande vantagem dessas peças é o sistema de secagem rápida, que não deixa o corpo úmido com a transpiração e pode ser lavada no final do dia para ser utilizada no dia seguinte (como se trata de uma peça usada diariamente, é importante mantê-la sempre limpa).

Por cima da segunda pele térmica eu costumava vestir uma calça comum (jeans, legging ou couro) e na parte superior um tricot. E para completar o look e garantir a elegância, usei o sobretudo de lã térmico Ottawa, uma peça coringa, que eu não abro mão de ter no meu closet e levar nas minhas viagens de inverno.

Graças à Fiero me mantive quentinha para passear pela cidade e caminhar pelos pontos turísticos de Lucerna sem passar frio.

2. ADELBODEN

Viagem para Adelboden Suíça neve

Ainda na primeira etapa da viagem, o roteiro pela Suíça incluiu uma passagem de três dias pela Vila Alpina de Adelboden, que assim como Lucerna, fica na parte central do país.

Adelboden é um típico vilarejo nos Alpes Suíços, situada num vale entre montanhas no cantão de Berna.
É destino certo tanto de férias de inverno, como de verão: Nos meses mais quentes (primavera e verão), Adelboden é destino indicado para quem gosta de fazer trilhas e ver o local florido, com muita vida. O visitante encontrará mais de 300 km de trilhas demarcadas.

Quando o inverno chega, a temperatura cai e as trilhas dão lugar às pistas de esqui e montanhas nevadas.
Sendo assim, há basicamente 2 estilos de viagens diferentes para o mesmo local, com as variações próprias das estações mais frias e mais quentes. Para quem quer aproveitar trilhas, caminhadas e passeios de bicicleta, melhor programar a viagem entre os meses de maio a setembro. Se for essa sua ideia, invista em roupas confortáveis, que sejam adequadas para caminhadas e atividades físicas ao ar livre, incluindo um bom tênis.

Mas a verdade é que a maioria dos turistas que se programa para conhecer os Alpes Suíços prefere os meses de inverno, justamente para praticar esportes da estação, como esqui e snowbording ou simplesmente para apreciar a vista das montanhas cobertas de neve.

Em março (mês da minha viagem), o vilarejo de Adelboden não estava mais nevado, porém, ainda fazia bastante frio em razão da altitude (com temperatura chegando perto a zero graus ao entardecer) e havia muita neve no topo das montanhas.

Definitivamente, essa foi a etapa mais fria da viagem. Então ter as roupas certas na mala fez toda a diferença para que eu conseguisse me manter aquecida e aproveitar bastante meus dias nos Alpes. Novamente, não abri mão das peças térmicas Thermo Premium. Além delas, foi preciso usar mais roupas com alta tecnologia e proteção para o frio.

Por cima da calça térmica coloquei a calça legging em cirrê, também da Fiero, que além de modelar muito bem o corpo, é forrada com tecido fleece. Uma peça ideal para levar nas viagens de inverno, visto que é quente e compacta (não ocupa espaço na sua mala).

Na parte superior do corpo, como segunda camada térmica, que precisa ter uma modelagem mais solta (o ar quente precisa circular nesse espaço), com tecido peluciado (fleece), que garante o aquecimento e, ao mesmo tempo, a evaporação do suor, optei pelo fleece Michigan.

Se não estivesse tão frio, somente a segunda pele térmica + o fleece já seria o bastante. No entanto, como os passeios incluíam neve e muita altitude, completei o look usando a jaqueta impermeável Aconcagua, que considero uma peça coringa para viagens de frio médio ou de frio intenso.

Numa viagem de frio intenso, o ideal é fazer como eu fiz: segunda pele térmica + fleece + jaqueta impermeável. Já na viagem de frio leve ou médio, você pode usar uma blusa leve por baixo (não térmica) e a jaqueta por cima, e isso já será o suficiente.

Os passeios em Adelboden incluíram visita ao Lago Blausee e subida ao topo das montanhas. Justamente para esses passeios que me vesti com as peças térmicas Thermo Premium, calça legging em cirrê, fleece Michigan e jaqueta impermeável Aconcagua.

A SEGUNDA ETAPA DA VIAGEM – VALMOREL/FRANÇA

Viagem para Valmorel França

A segunda etapa da viagem foi uma semana de esqui em Valmorel, nos Alpes Franceses. Tive sorte e peguei lindos dias de sol. Apesar de estar no topo da montanha, quando você está praticando alguma atividade física, seu corpo esquenta bastante e, com o sol que estava fazendo, não posso dizer que senti frio. Mas claro que essa sensação boa de aquecimento só foi possível porque, mais uma vez, eu estava usando as roupas certas para a ocasião.

As primeiras e segundas camadas permanecem iguais: peças térmicas + fleece, com a diferença que a terceira camada é formada pela calça e jaqueta de esqui, que são peças impermeáveis e com proteção de elástico para não entrar neve por dentro da roupa e molhar o nosso corpo.

Os acessórios também são essenciais: meia térmica nos pés, luvas impermeáveis nas mãos, google (óculos específicos para a prática de esqui) nos olhos e capacete na cabeça. E nessa viagem eu aprendi mais uma vez sobre a importância de respeitar as camadas conforme a necessidade e temperatura. E isso vale para colocar mais roupas quando necessário for e também para tirar peças quando não for preciso vestir todas as camadas.

Conforme a hora do dia e temperatura na estação de esqui, eu optava por colocar apenas a primeira camada (peças térmicas) e a calça e casaco de esqui, ou incluir a segunda camada – fleece Michigan. O casaco de esqui só era necessário no ambiente externo. Sendo assim, sempre que eu entrava em um local fechado, tirava a jaqueta e me mantinha na temperatura adequada só com a segunda pele Thermo Premium ou com ela e o fleece Michigan por cima.

Quando você está aprendendo um novo esporte, a prática do novo exercício em si já será algo desafiador. Para tornar essa jornada mais prazerosa, é essencial estar confortável e se sentir protegido(a). E foi assim que mais uma vez a Fiero me ajudou, garantindo que minha mala, embora compacta, estivesse repleta das melhores roupas e acessórios quando falamos em tecnologia e proteção para o frio.

A TERCEIRA ETAPA DA VIAGEM – PARIS/FRANÇA

Viagem para Paris França inverno

Paris foi a última etapa de uma viagem longa, que começou na Suíça e passou pelos Alpes Franceses. Desde a fase de preparativos, eu já tinha em mente que chegaria bastante cansada em Paris, principalmente após esquiar por uma semana. Por outro lado, como se sabe, Paris é uma cidade para caminhar muito. Então o meu desafio já estava logo ali na minha frente: eu precisava descobrir como curtir Paris da forma como eu queria, mas sem me desgastar tanto, como lembrava que havia sido da última vez (quando visitei a cidade em 2018).

Não foi difícil encontrar uma solução: eu precisava de um calçado confortável, que me possibilitasse percorrer grandes distâncias por dia, sem sacrificar meus pés, como tinha acontecido na viagem de 2018, quando andei muito pela cidade, mas não usei os calçados adequados. E foi graças a bota linha neve forrada em lã natural da Fiero que eu caminhei em média 10 quilômetros por dia em Paris, sem sentir o mínimo sinal de dor nos pés.

Se você busca uma bota confortável e quentinha, essa é a minha indicação. Além de muito macia, o fato de ser forrada com lã natural, garante o aquecimento dos pés até nos dias e destinos mais frios. A sola tratorada proporciona segurança, caso você precise caminhar em chãos mais escorregadios ou mesmo com resquícios de neve ou gelo.

E assim eu garanti mais quatro dias de muitos passeios por Paris, com direito à visita em todos os pontos turísticos famosos da cidade! A temperatura em Paris estava em torno de 10ºC, isto é, mais quente do que nas outras etapas da viagem. Ainda assim não fez sol todos os dias, o que deixou a sensação térmica mais baixa do que a temperatura marcada no termômetro.

Então claro que, mais uma vez, não deixei de usar a calça e blusa térmica segunda pele Thermo Premium, agora com a vantagem que, por cima das térmicas, pude colocar roupas mais leves, como vestidos, por exemplo.
Finalizei o look com o sobretudo térmico Ottawa, com lã premium, todo forrado com fleece, que foi uma peça coringa durante toda a viagem, tanto pela beleza quanto pelo conforto e qualidade – à noite, quando eu saia para jantar, sempre colocava o sobretudo por cima até chegar no restaurante e ficava super elegante!

E depois desse roteiro incrível (e intenso), voltei para casa com a certeza de que após testar e aprovar todas essas roupas e calçado, tenho a certeza que quero contar com peças da Fiero em todas as minhas viagens de frio!

Compartilhe com um amigo:

O especialista do frio indica...

Quando as temperaturas começam a baixar, nada melhor do que contar com a opinião, conselhos e dicas de quem entende muito sobre o frio. Não importa qual o assunto, aqui você encontrará o melhor conteúdo para que possa aproveitar todos os momentos do inverno e esclarecer as suas principais dúvidas sobre os dias frios. Quer sugestões sobre os melhores produtos para aquecer, dicas  para manter a saúde ou sobre o que levar na mala na sua próxima viagem de inverno? Confira alguns posts selecionados a dedo pelos nossos especialistas do frio para você!

Top