Inverno Estados Unidos Canadá Crianças

Inverno no Canadá e nos Estados Unidos com crianças

O ato de viajar em si normalmente já exige um certo planejamento! Quando pensamos numa viagem internacional e para países com invernos rigorosos, o nível de dificuldade aumenta. Quando acrescentamos nesta programação viajantes mirins, o negócio fica ainda mais sério, por isso é muito comum os pais entrarem em pânico antes mesmo da viagem, principalmente quando as crianças são muito pequenas. Fique tranquilo, nós estamos aqui para ajudá-lo a montar a mala do seu filho para que ele fique aquecido e aproveite muito o momento em família, vamos usar como exemplo o Inverno no Canadá e nos Estados Unidos.

O Inverno Canadense e Americano

Crianças Roupas Quantidade

O Canadá e parte dos Estados Unidos são conhecidos por terem invernos rigorosos. Nós viajamos para Toronto e depois  para NY em dezembro de 2019, estávamos com uma grande expectativa de encontrarmos neve, mas infelizmente pegamos temperaturas atípicas e não nevou. De qualquer forma, o frio estava intenso e a média era de 2°C. A nossa sorte é que Theo é uma criança que não sente muito frio, ele até gosta de baixas temperaturas. É importante que você conheça esse aspecto do seu filho, pois irá te ajudar na hora de escolher o tipo de tecido e a composição das camadas do vestuário.

Os preparativos pré-viagem

Dedique um tempo para escolher a roupa ideal para a criança, mas tenha em mente o limite permitido pela companhia aérea. Nós temos o costume de viajar somente com malas de mão e isso causa muito espanto devido ao fato de termos um filho de 3 anos. Cada um tem sua própria mala e agora Theo já consegue carregar a sua sozinho, não preciso nem dizer que a diversão começa já no aeroporto! Invista em malas robustas e de preferência com divisórias. Acredite em mim, isso facilita muito na organização do vestuário e você não irá querer ter dor de cabeça procurando coisas numa mala desorganizada.

Antes de viajar marque uma consulta com o pediatra de seu filho, informe o destino e pergunte sobre remédios básicos que poderão ser utilizados em caso de emergências, como febres e resfriados. Alguns pais pedem inclusive indicações de medicamentos que induzem o sono, já fizemos isso, mas no nosso caso não deu muito resultado porque nosso filho fica muito ansioso e nada o faz relaxar. Se o médico indicar e seu filho nunca fez uso, teste antes e não deixe para última hora, pois a criança pode não reagir bem e isso poderá se tornar um grande transtorno durante a viagem.

Como escolher as roupas

Crianças Estados Unidos Canadá

Sabe aquela regra clássica de viajar com casacos nas mãos para não ocupar espaço na mala? Então, ela também vale para as crianças. Invista num casaco de alta qualidade, forrado e com capuz (de preferência removível). Algumas marcas como a Fiero tem etiqueta interna de identificação, onde você pode preencher com o nome e telefone dos responsáveis.

Em temperaturas muito baixas ou negativas, por baixo do casaco sempre procuramos incluir mais duas camadas. Na primeira usamos uma segunda pele confortável seguida de um suéter de lã ou um fleece. Pode até parecer exagero, mas o entra e sai de lugares climatizados pode causar mal-estar na criança, então ao entrarmos num restaurante, por exemplo, tiramos apenas o casaco, desta forma ele permanece aquecido e ao mesmo tempo com mobilidade. Quanto às calças, Theo costuma usar a segunda pele e uma calça de tecido mais firme, como jeans. 

É muito importante aquecer as extremidades do corpo dos pequenos. Meias térmicas são excelentes opções, o desafio para os pais de bebês e crianças pequenas é que elas mantenham as luvas, por isso recomendamos a compra de no mínimo 3 pares, porque é certo que em algum momento eles irão tirar e você não irá perceber. A proteção da cabeça também é essencial! Quando a criança é pequena, é comum não aceitarem o capuz, por isso é essencial o uso de gorros que se ajustem bem à cabeça

No quesito calçados, invista preferencialmente em botas com tratamento impermeabilizante. O Theo não pode ver um pouco de neve e já quer pular e ninguém merece ficar com o pé úmido, ainda mais no frio!

As quantidades

Esse é outro item que causa muitas dúvidas. O tempo de permanência irá ditar a quantidade e o tamanho da mala. Como disse no início do post, nós sempre viajamos somente com malas de mão, logo o nosso cálculo é sempre bem enxuto, mas felizmente nunca falhou.

Separo em média 2 trocas por dia, sendo que levo alguns suéters a mais, justamente porque são os que mais sujam na hora da alimentação. As calças são as que levo em menor quantidade porque Theo já está desfraldado, para as crianças que usam fraldas recomendo que não reduzam o número já que sempre pode ocorrer algum “vazamento”.

As meias sujam pouco, a não ser que a criança sue bastante nos pés. Se for este o caso, o ideal é levar mais pares para a troca ao longo do dia. Quanto às luvas, já dei a dica acima, compre algumas quantidades a mais. Sugiro 3 pares para não ficar sem e ter que comprar no exterior (já aconteceu conosco).

Espero que tenha ajudado você, mamãe ou papai, que está planejando uma viagem de inverno com seu filho. Se gostou das dicas deixe nos comentários, se tiver outras, compartilhe conosco!

Uma família de apaixonados por filmes/séries e por viajar, que decidiu unir estas duas paixões e sair pelo mundo para mostrar lugares cinematográficos. O objetivo é mostrar que não há sonho impossível, que o mundo é pequeno para aqueles que sonham grande e que o cinema pode te convidar a ir muito além!

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo