Viña del Mar Valparaíso

Valparaíso e Viña del Mar: uma visita ao litoral chileno

Valparaíso e Viña del Mar formam a parte litorânea mais popular entes os turistas que visitam o Chile. Banhadas pelo Oceano Pacífico, as duas cidades estão localizadas perto de Santiago, aproximadamente 130 km as separam da capital do país. Valparaíso, carinhosamente conhecida como Valpo, surpreende pelos seus morros, arquitetura, história e gastronomia. Viña del Mar, também conhecida como Ciudad Jardin, se destaca pelas praias, jardins e casas de veraneio.

Antes de falar dessas duas cidades maravilhosas, precisamos lembrar que o Chile é mundialmente conhecido pelos seus famosos vinhos. O país tem milhares de vinícolas de todos os tamanhos, tornando-se referência na produção da bebida. 
 
Na ida para Valparaíso, paramos em um local chamado Rio Tinto, um supermercado que vende vinhos a valores bem acessíveis. Localizado em Casablanca, entre Santiago e Valparaíso, este mercado vende, além de vinhos, comidas, artesanatos e outro tipos de bebidas. Também há degustações de vinhos e é servido café da manhã. Ótima opção para quem deseja fazer compras!
 
Vinho Chile

Valparaíso

Após esta primeira parada, chegamos na cidade, que é conhecida pelas casas coloridas nos topos de penhascos e pelos funiculares (uma espécie de bonde que é puxado por cabos). Eles transportam as pessoas dos morros até o centro da cidade e vice-versa. O primeiro funicular (popular ascensor), foi construído em 1883 e se chama Ascensor Concepción. Além dele, Valparaíso tem muitos outros, alguns abandonados e outros ainda em funcionamento. Além de serem utilizados como transporte coletivo, tornaram-se também monumentos nacionais de referência aos turistas.

Valparaíso é o segundo destino mais visitado do Chile por estrangeiros, que se encantam com o casario colonial do século XIX declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. A cidade fica na costa chilena e é um dos maiores polos de arte chilena e também o local onde o escritor Pablo Neruda morou durante muito tempo, inclusive, suas casas também são pontos turísticos de Valaraíso. Visitamos uma das casas onde ele viveu, da sacada de uma delas é possível curtir a paisagem incrível de uma parte da cidade!
 
Valparaíso Vista

Em seguida, o guia nos propôs dar uma volta a pé, onde passamos pelas ruas estreitas de paralelepípedos com casinhas coloridas e grafitadas, além das escadarias, que dão a impressão de se estarmos passando em uma enorme galeria de arte a céu aberto!

Valparaíso Ruas

Depois deste passeio, fomos ao museu Marítimo, onde conhecemos uma réplica da Cápsula que resgatou os 33 mineiros presos em uma mina no ano de 2010.  Saímos do Museu e descemos para a parte inferior da cidade com um funicular, passeio que nos permitiu contemplar algumas as casinhas coloridas “penduradas” nos penhascos. Lá embaixo, nosso guia turístico e o motorista nos aguardadam para irmos ao nosso próximo destino: Viña del Mar.

Viña del Mar 

A nossa primeira parada foi no famoso Relógio de Flores, que fica na entrada da cidade e foi feito na Copa do Mundo que aconteceu no Chile em 1962. Ao descer da van, sentimos a temperatura baixa que foi agravada pelo tempo que estava ficando nublado. 

Depois do primeiro passeio, paramos para almoçar em um restaurante de frente para o mar. O local tinha muitas opções interessantes no cardápio. No local, é possível pagar um valor X e se tem direito a escolher uma entrada, um prato principal, uma bebida e uma sobremesa, dentre várias outras opções do cardápio.

Seguindo o roteiro, fomos até a praia ver os adoráveis leões marinhos que se exibiam no alto das pedras. Mais tarde, vimos o charmoso Castelo de Wulff, construído em 1906 em frente ao mar para a família Wulff, comerciantes de carvão vindos da Alemanha. No roteiro havia mais locais para visitação, mas o grupo optou por retornar à Santiago, pois as temperaturas estavam muito baixas!
 
Leões Marinhos Viña del Mar
 
Vinã Del Mar e Valparaíso são destinos ricos, basta pesquisar para ver que há muito o que explorar por lá. Talvez a dica mas importante que podemos dar é que o turista nunca subestime o clima, já que o frio pode ser realmente intenso em alguns momentos do ano. Como estávamos preparados com nossas roupas FIERO, foi muito tranquilo. Lá as temperaturas mudam muito rapidamente e é importante que você esteja preparado para não ter que deixar de aproveitar sua viagem em nenhum momento!

Somos o blog da Fiero! Aqui reunimos conteúdos de alta qualidade sobre o inverno, viagens, o que usar, dicas especiais e muito mais. Todos os conteúdos são produzidos por especialistas do frio e amantes da estação mais gelada do ano.

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo