Vinícolas nos arredores de Santiago, no Chile: saiba as novidades e protocolos adotados em tempos de pandemia

4 de fevereiro de 2022 - Por Viajar é Demais

Por Chaiane do Viajar é Demais

Quem viaja para Santiago, no Chile, em geral quer dicas de como aproveitar a estadia na capital para beber bons vinhos e conhecer as vinícolas mais próximas e icônicas da região. E no atual contexto da pandemia de Covid-19, além das dicas básicas, também é importante estar atento às mudanças e protocolos adotados pelas “viñas” para atender aos visitantes. E é isso que nós vamos apresentar neste post, contando um pouco das experiências enogastronômicas oferecidas por nossos “hermanos” chilenos em 4 vinícolas nos arredores de Santiago.

Mas antes, o que vestir para visitar uma vinícola?

O ideal é usar roupas confortáveis sempre, pois o percurso de visitação na maioria das vinícolas nos arredores de Santiago inclui caminhadas leves pelos vinhedos, pela área da produção (tanques, barricas e maquinários) e pelas adegas, onde sempre é mais fresquinho. Mas vamos começar falando do clima. Santiago tem as estações do ano bem definidas, com invernos com temperaturas bem baixas que podem ficar perto de zero, mas há pouca chance de nevar na cidade por conta da altitude. Por isso, ter roupas de frio de qualidade é essencial. Faça sua mala considerando camadas: 1ª camiseta térmica, 2ª suéter de lã ou blusa de fleece e 3ª um bom casaco. E claro, não esqueça de um calçado adequado como uma bota ou tênis forrado de lã. Os acessórios como cachecóis, gorros e luvas também são importantes.

Já os verões de Santiago são bem quentes e secos, pois não chove! Isso mesmo! Santiago passa praticamente 8 meses do ano sem chuva! Nós passamos 12 dias por lá no mês de dezembro e foi ensolarado com céu azul anil todos os dias. Mas fique atento! Apesar de ser quente e seco, à noite quando o sol se põe o friozinho chega junto com o ventinho gelado da Cordilheira dos Andes! Ou seja, mesmo no verão, você vai precisar colocar um agasalho na mala. Nós usamos as camisetas com tecnologia sense cool da Fiero que se adaptam bem a essas mudanças de temperatura. Além disso, nosso suéter estava sempre na mochila para aqueles dias em que esfriava à noite.

Viña Concha y Toro

Concha y Toro

Sabia que a Concha y Toro é a marca de vinhos mais admirada do mundo? Conhecida internacionalmente, a Concha y Toro é a maior empresa vitivinícola da América Latina e uma das líderes em nível mundial. Ou seja, se você está de malas prontas para o Chile, não pode deixar de incluir a vinícola no roteiro. Situada no Valle de Maipo, a Conha y Toro fica a apenas uma hora de Santiago e conta com uma excelente estrutura para o receber os visitantes. Porém, não dá pra chegar lá de transporte público e por isso, caso você não esteja de carro, é interessante contratar um transfer ou tour completo. Nós fizemos com a Full Tour Chile, empresa brasileira sediada em Santiago, o que garante que toda a comunicação aconteça em português, desde o contato via internet até os guias que conduzem os passeios. Na vinícola, são 3 opções de visitação que incluem passeio pela propriedade, taça exclusiva, degustação de vinhos e, claro, conhecer a antiga e tradicional adega da família que revela a lenda mundialmente famosa do Casillero del Diablo.

O que mudou com a pandemia: a visitação ocorre com grupos menores onde o uso de máscara é obrigatório durante todo percurso. A visita é quase toda ao ar livre, com exceção do momento de conhecer as adegas, mas até a degustação que ocorre no final é realizada no lindo espaço externo da vinícola, com vista para os vinhedos.

O que vestir nessa vinícola: no verão use uma roupa confortável como calça jeans e camiseta, além de com um calçado adequado para caminhar pela propriedade, que inclui os vinhedos e estradinhas de terra. Vale ainda levar agasalho leve para quem sente mais frio, pois nas adegas a temperatura é mais baixa. Já no inverno, roupas de frio em camadas (camiseta térmica, blusa de lã ou fleece, casaco de lã ou poliamida) adequadas para caminhar no área externa e fáceis de despir na hora da degustação nas dependências internas, além de uma bota forrada confortável, luvas e gorro.

Endereço: Av. Virginia Subercaseaux 210, Pirque, Región Metropolitana, Chile

Viña Cousiño Macul

Cousino Macul

Que tal uma charmosa vinícola praticamente dentro da cidade de Santiago? A Cousiño Macul está a 40 minutos do centro de Santiago, também no Valle de Maipo. Porém, diferente das outras, o acesso à vinícola é muito tranquilo de fazer com transporte público. Usando a “tarjeta Bip” (cartão de transporte único de Santiago), dá pra chegar até a vinícola com um único ônibus (a linha 418) ou ainda, de metrô, descendo na Estação Quilín e fazendo um pequeno trecho de ônibus, táxi ou transporte por aplicativo (Uber). A ampla propriedade tem vinhedos lindos e históricos casarões que são mantidos para visitação e degustação.

Orgulho dos proprietários que se destacam por ser a única vinícola do Chile estabelecida durante o século XIX que ainda pertence inteiramente à família fundadora. Além da excelência no atendimento, entre as vinícolas nos arredores de Santiago que visitamos, a Cousiño Macul foi aquela que ofereceu a maior quantidade e variedade de rótulos/vinhos em uma degustação padrão. E os vinhos são maravilhosos! Além disso, entre as atividades oferecidas, os visitantes podem optar por fazer a visitação com ou sem passeio de bicicleta, mas sempre com degustação de muitos rótulos e uma taça exclusiva. E para quem escolher o tour com passeio de bike, saiba que é muito tranquilo e gostoso de se fazer. Vale a pena a experiência!

O que mudou com a pandemia: as visitas são feitas em grupos menores e o uso de máscara é obrigatório durante todo percurso, exceto andando de bicicleta ao ar livre. O itinerário começa ao ar livre nos vinhedos, segue pelo histórico casarão com pé direito alto e bastante arejado, passa pelas adegas que ficam no subsolo do casarão, e finaliza com a degustação à sombra no belo espaço externo da vinícola. Nas degustações com harmonização, as comidinhas foram substituídas por alimentos embalados individualmente como pacotinhos de biscoitos, amêndoas e chips de batatinha frita.

O que vestir nessa vinícola: use roupas e calçados confortáveis sempre, em qualquer estação. Leve também óculos de sol e protetor solar. A visitação inclui um bom trajeto pela propriedade, o que significa alguma exposição ao sol, com bastante calor no verão e frio no inverno. E se a opção incluir o tour de bicicleta, lembre-se que você pode levar roupas mais esportivas e se trocar lá. Uma solução bastante conveniente para quem não abre mão de usar um vestido em dias quentes de verão como eu. Levei minha calça legging em cirrê Fiero que está sempre na mala e aproveitei o passeio de bike numa boa.

Endereço: Avenida Quilín 7100, Peñalolen, Santiago

Viña Undurraga

Vinícola Undurraga

A Viña Undurraga foi fundada em 1870, sendo uma das “bodegas” mais antigas do Chile! Também foi a primeira vinícola chilena a exportar para os EUA. Localizada bem pertinho de Santiago, na região metropolitana, cerca de uma hora de distância da capital. Ou seja, dá pra encaixar tranquilamente uma visita com degustação em uma tarde de programação na viagem por Santiago. Mas vá preparado para beber e comprar os deliciosos e exclusivos vinhos da Undurraga, porque além das lindas paisagens e do ótimo nível técnico que o tour que a vinícola oferece, é impossível resistir às promoções na loja.

Entre as opções de atividades você pode escolher o tour guiado padrão com degustação de 4 rótulos ao final, o piquenique sob as árvores centenárias da vinícola ou ainda o tour guiado especial que inclui a famosa sala de aromas e a degustação de vinhos premium harmonizados com tábua de queijos. Os dois tours oferecidos tem entre 1h e 1h30 de duração, com percurso que inicia pela linda área externa da propriedade com árvores centenárias e vinhedos. Além da taça exclusiva e dos vinhos excelentes incluídos na degustação, um ponto de destaque é o museu Mapuche com acervo de objetos e uma riqueza histórica incrível.

O que mudou com a pandemia: redução no número de pessoas em cada tour oferecido, obrigatoriedade do uso de máscara e a realização da degustação na área externa da propriedade. O espaço coberto dos casarões antigos foi preparado para receber os visitantes com conforto.

O que vestir nessa vinícola: como nas anteriores, a visita guiada inclui uma boa caminhada pela propriedade, tanto na área externa como pelos espaços de produção e adegas subterrâneas. Por isso, as roupas e calçados precisam ser confortáveis e adequados a estação do ano em que você estiver viajando. Se for verão, vale usar uma camiseta com tecnologia térmica ou levar um casaquinho para não sentir o impacto da temperatura da área externa para as adegas, naturalmente mais fresquinhas para garantir a qualidade dos vinhos lá armazenados.

Endereço: Cam. a Melipilla 34, Talagante, Región Metropolitana, Chile

Alyan Family Wines

Alyan Family Wines

O pôr-do-sol na Cordilheira dos Andes é um dos espetáculos mais lindos que já vimos. E essa é uma das experiências que a Vinícola Alyan reserva aos seus visitantes. Esta nova vinícola é o mais novo empreendimento de uma das mais antigas e tradicionais famílias produtoras de vinhos no Chile. Localizada na famosa região do Pirque, distante cerca de 45 minutos de Santiago, funciona muito bem como um programa de final de tarde em um dia de roteiro pela cidade. Os vinhos são de altíssima qualidade, oriundos de uma produção controlada e pequena, que estão disponíveis somente na vinícola, pois a maior parte do que é produzido é exportado para países da Ásia.

Além disso, a propriedade da vinícola é lindíssima e muito bem cuidada, pois é a casa onde reside a família. O tour sunset inicia nos vinhedos e jardins da vinícola, com uma breve explicação sobre as origens e as variedades de uvas cultivadas. Em seguida, o grupo é conduzido para o aconchegante espaço externo abrindo os trabalhos com os vinhos brancos e roses exclusivos harmonizados com uma tábua de frios deliciosa. De lá, o percurso passa pelo museu e pelo mirante da Alyan, seguindo para o casarão principal onde fica a produção e as adegas. Mais degustação e vinhos tintos. Chega a hora do pôr-do-sol e o grupo é levado ao segundo piso da vinícola para continuar a degustação dos tintos enquanto admira o espetáculo: o sol se pondo lentamente na cordilheira. São experiências únicas e planejadas para encantar os visitantes em espaços aconchegantes, como o pôr-do-sol seguido do jantar na varanda da “bodega”.

O que mudou com a pandemia: por ser uma vinícola nova, as atividades de visitação e experiências enogastronômicas iniciaram recentemente. Entre os protocolos adotados destacam-se o número reduzido de pessoas por grupo/horário e a obrigatoriedade do uso de máscaras durante a visitação. Todas as atividades precisam ser agendadas com antecedência.

O que vestir nessa vinícola: embora a dica seja sempre usar roupas e calçados confortáveis, na Alyan a caminhada tem um percurso menor. Dá até para pensar em um vestidinho com sandália, um saltinho. No inverno, use a regra das camadas e não esqueça do gorro, das luvas e de um bom par de botas com forro. Vale para os homens também! Já no verão, roupas leves e um tênis são uma boa opção. Mas não esqueça que depois que o sol se põe, por ser uma região mais próxima da cordilheira, a temperatura cai e fica até friozinho. Vale levar um agasalho leve. Aquele suéter que fica guardado na mochila.

Endereço: G-425, Pirque, Región Metropolitana, Chile

Vai dizer que essas experiências enogastronômicas nas vinícolas nos arredores de Santiago não são incríveis? Conta para nós, você gostou das nossas dicas?

Compartilhe com um amigo:

O especialista do frio indica...

Quando as temperaturas começam a baixar, nada melhor do que contar com a opinião, conselhos e dicas de quem entende muito sobre o frio. Não importa qual o assunto, aqui você encontrará o melhor conteúdo para que possa aproveitar todos os momentos do inverno e esclarecer as suas principais dúvidas sobre os dias frios. Quer sugestões sobre os melhores produtos para aquecer, dicas  para manter a saúde ou sobre o que levar na mala na sua próxima viagem de inverno? Confira alguns posts selecionados a dedo pelos nossos especialistas do frio para você!

Top