Jardim Japonês Buenos Aires

Buenos Aires: roteiro turístico de 1 dia no Jardim Japonês

Buenos Aires está entre os destinos mais procurados pelos nossos leitores, sempre estamos respondendo perguntas, tirando dúvidas e ajudando nos roteiros. E não é para menos: com preços que cabem no bolso, a cidade garante dias de diversão e centenas de atrações para os turistas conhecerem durante uma viagem, como o Jardim Japonês, um lugar temático e cheio de cultura.

O local funciona das 10h às 18h todos os dias, inclusive aos domingos e feriados, não sendo permitida a entrada com alimentos ou fazer piquenique. Apesar de ser um espaço público, os visitantes precisam pagar pela entrada no jardim e toda a renda é revertida na preservação do espaço. O valor custa aproximadamente 15 reais.

O jardim possui uma enorme área verde cheias de árvores, lagos e plantas, o lugar perfeito para quem quer relaxar e recarregar as energias. A sensação de paz e  calmaria é tão grande que não dá para perceber que o local está no meio de um bairro badalado de uma metrópole como Buenos Aires. O Jardim tem muito para oferecer além de suas belas paisagens, poder caminhar pela região ou ficar apreciando o lugar sentado em um dos seus vários bancos é revigorante.

Jardim Japonês Plantas

Além de antigas árvores, como a Tipuana e a Paineira, é possível encontrar também uma grande variedade de plantas japonesas, entre elas a famosa Sakura e as Azaléias. Mesmo sabendo que é quase impossível você conseguir trazer alguma planta para casa, vale muito a pena ir visitar as estufas, um local repleto de plantas novas, um orquidário de cair o queixo e vários bonsais para os apaixonados pela planta. O ambiente é decorado por lanternas antigas de cimento que dão um charme todo especial ao ambiente. 

Todos os elementos do Jardim Japonês buscam a harmonia e o equilíbrio, inclusive as pontes são relacionadas a alguns símbolos. Há uma delas chamada de ‘Ponte de Deus’, difícil de atravessar por ser muito curva e que representa o caminho para o paraíso. Há uma outra chamada de a ‘Ilha dos Remédios Milagrosos’. Os lagos dos Jardins são habitados por centenas de peixes coloridos, os visitantes podem alimentá-los com comida balanceada adquirida no próprio centro. 

Jardim Japonês Lagos

No local, os visitantes encontram um restaurante com uma grande variedade da culinária japonesa. É possível experimentar vários pratos tradicionais com o sushiman preparando-os na sua frente. Tudo de muito bom gosto e  realmente delicioso. A decoração é minimalista, o ambiente agradável e o atendimento impecável, o que faz com que todos os visitantes se encantem pela experiência. Mas, se prepare para enfrentar filas, o espaço é concorrido e a todo momento chegam turistas querendo apreciar o restaurante. A maioria delas não se importa de ficar horas esperando para conseguir um lugar tanto no almoço quanto no jantar.

A todo tempo músicas japonesas tocam pelos alto falantes espalhados pelos jardins, trazendo a sensação de estarmos realmente no Japão. No local há também tem uma biblioteca de assuntos japoneses, performances teatrais, recitais de música, um espaço para meditação, além de cursos de culinária japonesa e cultivo de bonsais. Também é possível participar de oficinas como origami ou agendar uma visita guiada para quem quiser conhecer um pouco mais da história. Ah, e para não correr o risco de voltar para casa sem nenhuma lembrancinha, o lugar também possui várias barraquinhas artesanais!

Este é um passeio incrível e bem diferente e para se fazer em Buenos Aires. Quem quiser conhecer mais da cultura japonesa e desta cidade tão especial, não pode deixar de conhecer o Jardim Japonês durante sua viagem à Argentina.

Apaixonados por viagens e gastronomia, Priscila e Guilherme viajam pelo mundo em busca de novas experiências e destinos.

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo