Guimarães Portugal

O inverno em Portugal: sugestões de passeios e atrações em Guimarães

Nossa primeira parada em terras portuguesas foi Guimarães, berço de Portugal. É conhecida assim já que, no ano de 1109, nasceu na cidade o primeiro rei do país, Dom Afonso Henriques! E foi ele o responsável por reconquistar todos os territórios que estavam sob domínio dos Mouros.

Por conta de sua história, o centro histórico foi tombado como Patrimônio Mundial pela UNESCO. Na cidade é possível ver praças importantes, muitos monumentos, ruínas e ruas medievais. Ou seja, se você gosta de história, Guimarães é o lugar certo para você!

Nós estamos viajando de Motorhome (ou Autocaravana como é chamado aqui em Portugal) e, logo atrás do Castelo, tem um enorme estacionamento gratuito. E, desta forma, este local super especial foi nosso quintal durante nossa estadia na cidade!

Guimarães Estacionamento

Vale muito a pena fazer um bate-volta na cidade! Saindo do Porto, o passeio de carro dura 45 minutos e, de comboio, 1h15min. Saindo de Lisboa, a viagem de carro dura aproximadamente 3h30min e, optando por comboio, você chegará em Guimarães em 4h30min. O comboio sai praticamente de hora em hora mas, para planejar a sua viagem detalhadamente, vale pesquisar os horários no site dos Comboios de Portugal (https://www.cp.pt//passageiros/pt).

A cidade é bem pequena e é possível conhecê-la praticamente toda a pé. Como nós paramos o carro atrás do Castelo, começamos nossa visita pela parte alta da cidade.

Castelo de Guimarães

O castelo de Guimarães é considerado uma das 7 maravilhas de Portugal e é o mais antigo delas. Está em ótimas condições e é possível entrar pagando apenas 2€! O passeio vale muito a pena, além de poder andar pelos muros e experimentar um pouco a realidade daquela época, no interior da torre principal você vai encontrar uma galeria onde é possível fazer uma imersão na história da cidade, assim como um vídeo animado que explica como se deu a Reconquista de Portugal por Dom Afonso Henriques.

Castelo Guimarães

Na frente do castelo tem uma pequena igreja (São Miguel) que, apesar de ter sido considerada a Capela Real, é muito simples! Logo na entrada, encontra-se uma pia batismal onde, supostamente, o rei D. Afonso Henriques teria sido batizado. No chão da capela estão as tumbas dos cavaleiros templários que ajudaram D. Afonso na reconquista dos territórios. 

Paço dos Duques

Descendo um pouco mais, chegamos no Paço dos Duques de Bragança. Ele foi construído por Dom Afonso para sua amante para que tivessem uma estadia quando estivessem na cidade. Durante a ditadura, serviu como residência do ditador Salazar e atualmente é a residência oficial do presidente de Portugal quando visita o norte do país. E uma curiosidade sobre o Paço dos Duques: a princesa Catarina de Bragança já residiu no local, foi ela quem levou o hábito do chá das 5 pra Inglaterra, quando se casou com o rei inglês.

Paço dos Duques

Se estiver interessado em visitar ambos (Castelo e Paço dos Duques), vale mais a pena comprar o bilhete conjunto (6 €) do que comprar uma entrada de cada vez! Nós optamos apenas pela entrada no Castelo, já que tivemos que deixar os cachorros no Motorhome para fazer a visita.

Rua Santa Maria

Ao sair do paço, passamos por uma rua linda e arborizada que leva à rua Santa Maria, a primeira a ser aberta em Guimarães e funcionava como a ligação do castelo ao convento.

Rua Santa Maria Guimarães

Nesta rua fica a vendinha da dona Fernanda, uma senhora de quase 90 anos que mora no local desde que nasceu e que também nos contou muitas histórias! E foi ali que experimentamos um doce de Guimarães e aprendemos o motivo pelo qual os doces mais tradicionais de Portugal são feitos com gema de ovo: antigamente as freiras usavam a clara dos ovos para engomar suas roupas e, como as gemas sobravam, era preciso pensar em uma finalidade para elas! E assim surgiram os principais doces do país, todos à base de gema de ovos.

Doces Guimarães

Paço das Oliveiras

No fim da rua Santa Maria, chegamos no Paço das Oliveiras. Uma praça onde fica a igreja de Nossa Senhora das Oliveiras e o arco do triunfo de Guimarães, que foi construído em homenagem à vitória de Portugal na Batalha de Salado contra os mouros em 1340.

Paço das Oliveiras

Igreja Nossa Senhora da Consolação e Santos Passos

Continuando a caminhada, saímos no largo do Brasil. No local, além de um lindo jardim, é possível ver ao fundo a Igreja mais imponente da cidade: A Nossa Senhora da Consolação e Santos Passos.

Igreja Guimarães

Aqui nasceu Portugal

Um lugar que você não pode perder no seu tour por Guimarães é a parede onde tem os dizeres 'Aqui Nasceu Portugal', um dos pontos turísticos mais visitados da cidade! 

Uma sugestão de passeio bem legal e indicado para quem quer ter uma vista incrível da cidade é o Teleférico de Guimarães, que leva para a Montanha da Penha. O percurso do teleférico acontece a 1.700 metros, leva cerca de 10 minutos até o topo e custa 5 euros. Mas, como não permitem cachorros neste passeio, fizemos o trajeto de carro! 

Por que viajar para Guimarães no inverno? 

E uma das coisas boas de se viajar no inverno é poder fazer tudo com calma e tranquilidade! Foi possível aproveitar o melhor da cidade, que fica ainda mais charmosa e incrível nos meses frios. Quando estivemos em Guimarães, a média das temperaturas diárias beiravam os 5 °C! Mas, a nossa sorte foi que viemos preparados com roupas de frio da Fiero. Para a viagem, escolhemos casacos com enchimento em pluma/pena de pato, botas forradas em lã, além de acessórios super especiais para o frioEntão, não tivemos problemas com as baixas temperaturas!

Fiero Guimarães Portugal

Nos apaixonamos por Guimarães! Que cidade acolhedora e aconchegante encontramos. Pequena, mas com muita história e cultura! Se quiser conferir mais detalhes para planejar sua viagem à cidade, vale conferir o site do Turismo de Guimarães (http://www.guimaraesturismo.com/). 

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo