O que usar no inverno em Bariloche

Vai curtir Bariloche no inverno e não sabe o que usar? Neste post reunimos dicas práticas e eficientes do que consideramos importante levar na mala de viagem.

O frio começa a dar as caras em Bariloche já em março, quando os termômetros marcam mínimas médias de 5°C, mas é em junho, julho e agosto que as baixas temperaturas realmente aparecem. Durante os meses mais frios do ano, neva e chove com bastante frequência, principalmente nas montanhas e estação de esqui. As temperaturas em julho e agosto oscilam entre -5°C e 5°C, por isso se a sua viagem ocorrerá nessa época do ano, vale a pena estar bem preparado. Visitamos Bariloche no final de agosto e, durante a nossa estadia, tivemos dias chuvosos, neve e sol. Ou seja, toda esta variação de climas em apenas 1 semana! 

Bariloche é um destino recheado de atrações incríveis, principalmente se você gosta de belas paisagens e ótimas comidas. É muito fácil encontrar bons restaurantes e atrações por lá, por isso investir em roupas leves, confortáveis e versáteis é fundamental.

Os itens que devem estar na sua mala para o inverno em Bariloche

Para proteger e aquecer os seus pés

Proteger os pés da neve e umidade é fundamental.  Opte por calçados resistentes, seguros e que protejam do frio! Aposte em bota impermeáveis e forradas em lã para neve, meias térmicas também são indispensáveis. 

O mais adequado é uma bota para neve, porém que tenha um estilo casual, desta forma você poderá usar em mais momentos e ocasiões da viagem. Separei algumas sugestões neste link, clique aqui.

A primeira camada do look

Opte por peças térmicas, com ação Dry e que ajudem a reter o calor corporal do seu corpo, pois elas serão a primeira camada a regular a temperatura corporal, fazendo com que seu corpo fique aquecido quando for necessário. Blusas e calças térmicas feitas para o frio e inverno são as opções certas para a primeira camada do seu look em dias de frio intenso.

Normalmente você encontrará 3 opções disponíveis no mercado (mais leve, intermediária e para o frio extremo). Nós indicamos a opção intermediária, pois ela irá proporcionar a proteção realmente necessária. Clique aqui e confira algumas opções.

A camada intermediária do look

A camada intermediária tem a função de agir como um 'regulador térmico', ou seja, ela auxilia a reter o calor corporal e impede que o frio externo chegue até o seu corpo. É importante investir em pelo menos uma peça com tecnologia térmica,  como os Fleeces Térmicos. Porém, se você preferir um elegante suéter em tricô para os passeios indoor, sem problemas. 

Existem várias opções e cores de fleeces, neste link separamos os modelos que mais gostamos, clique aqui.

A última camada do look

Um ótimo casaco térmico para curtir a neve é fundamental, pois é ele que irá impedir que o vento, frio ou umidade chegue até o seu corpo. Por isso, evite casacos sem impermeabilidade, é importante que o seu casaco tenha resistência à umidade e proteção térmica.

A Fiero lançou em 2019 um casaco super completo e funcional, que pode ser usado de até 3 formas diferentes e proporciona a proteção térmica ideal para várias intensidades de frio (ameno, médio, intenso e extremo), ou seja, é uma das opções mais práticas e versáteis que existe no mercado brasileiro. Conheça o casaco que nós indicamos clicando aqui.

Acessórios

Não esqueça dos acessórios! Proteger as mãos, cabeça e pescoço é fundamental! Nesta lista, luvas térmicas, gorros e cachecóis são indispensáveis. Fizemos uma seleção de todos os acessórios que consideramos ideais para o inverno em Bariloche, clique aqui e confira.

Itens desnecessários para a sua viagem  

Evite levar calçados sem impermeabilidade ou tênis, pois facilmente a umidade entrará pelo seu calçado. Casacos em lã ou sem impermeabilidade também devem ser evitados, pois é normal você caminhar na neve ou pequenas distâncias na chuva e, se isso ocorrer, você ficará encharcado(a). 

Outra dica é evitar levar roupas demais! É muito comum ver pessoas levando vários casacos, roupas ou calçados. Opte por peças versáteis e que podem ser facilmente usadas em vários ambientes, isto ajudará a deixar a sua mala mais leve e, consequentemente, deixará a sua viagem muito mais fácil também. 

O que não vale a pena levar do Brasil para a sua viagem de inverno em Bariloche

Evite levar roupas de esportes de inverno, é fácil encontrar aluguéis de roupas para a prática de esportes, como ski e snowboard, pela cidade. Além de ser itens pesados e caros no Brasil, você provavelmente não usará com muita frequência depois da viagem. Mas claro, se você for um  praticante regular de esportes de inverno, provavelmente vale a pena adquirir os itens invés de aluga-los a cada viagem.

Vale a pena sair do Brasil com os itens da viagem ou comprar lá em Bariloche?

Esta é uma dúvida muito frequente entre vários brasileiros viajantes, por isso resolvemos aproveitar a viagem e fazer uma breve pesquisa de preços e ver o que realmente vale a pena.

Levando em conta a qualidade dos produtos brasileiros e comparando com produtos similares por lá, a diferença de preços é absurda. Bons casacos em Bariloche chegam a custar facilmente R$2.000,00, já no Brasil você pode encontrar ótimas opções por até R$1.000,00. Calçados e as demais peças do look seguem a mesma regra, em todos os itens pesquisados e comparados, sempre valeu a pena adquirir os itens no Brasil. Vale lembrar que a Argentina sofre uma grave crise econômica atualmente, desfavorecendo o câmbio em dólar e aumentado o valor de bons produtos importados. Você certamente encontrará produtos com preços mais baixos, mas se esta for sua opção, esteja disposto a perder em qualidade e proteção térmica.

Outro fator que nos incentiva a afirmar que vale a pena sair do Brasil com os produtos de inverno na mala, é o conforto e praticidade de chegar lá e já poder curtir a viagem, sem se preocupar em procurar roupas para aquecer. Bariloche tem tantas atrações que o que você menos vai querer fazer é sair correndo atrás de produtos e ficar comparando preços, o que realmente pode ser uma perda de tempo durante esta viagem tão especial e única! 

Preparamos também uma seleção de outros posts sobre Bariloche, para te ajudar ainda mais a ter uma viagem inesquecível. Confira:

– Como e quando curtir a neve em Bariloche, clique aqui e leia mais.

– Bariloche e a região dos lagos: Os jardins da Cordilheira dos Andes, clique aqui e leia mais.

Esperamos que as nossas dicas tenham ajudado! Qualquer dúvida sobre este destino, é só nos chamar 🙂

Diretor criativo da Fiero. Formado em Administração, tem mais de 10 anos de experiência em gestão de marca e comércio eletrônico. É um apaixonado pela vida e, é claro, pelo inverno.

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo