Tóquio

Sete passeios imperdíveis em Tóquio

Tóquio é, atualmente, a maior cidade do mundo, abrigando mais de 36 milhões de habitantes que andam freneticamente pelas ruas, muitas vezes alheios a esse mundo de atrações. Passeios que não passam desabercebidos pelos viajantes. Mas, pelo tamanho da cidade, é quase impossível o turista conhecer tudo. E com tantas opções fica difícil escolher o que visitar. Por isso, nós vamos te dar uma ajudinha pra você se encontrar neste lugar que reúne cultura, lazer e muita diversão! 

Cruzamento Shibuya

Cruzamento Shibuya

O cruzamento do bairro Shibuya é considerado por muitos como o mais movimentado do mundo. São milhares de pessoas passando pelo local todos os dias, toda hora. Como esta travessa reúne um fluxo de pessoas que chegam de cinco ruas diferentes, a impressão que dá é que o mundo está passando por lá assim que o sinal verde acende aos pedestres.

A região também é conhecida pelas lojas e pelo comércio bem diversificado. Ótima oportunidade para a turma que não perde a chance de fazer compras.

Torre Tokyo Skytree 

Vista Torre Toquio

Esta torre tem 634 metros de altura e é queridinha de quem curte aquela visão de tirar o fôlego. É o monumento mais alto do Japão e o segundo maior do mundo. Para subir na plataforma mais alta da Skytree o valor do ticket é ¥2,060 (2017).

O lugar também conta com um restaurante (de preços bem salgados) para o visitante apreciar a vista durante o jantar. Se você quiser mais detalhes, neste link tem um guia completo, em português, sobre a Skytree.

Mercado Tsukiji

Mercado Tsukiji

Parece clichê sempre comentar que algo no Japão é o maior do mundo. Mas sim, este mercado de peixe é o maior do mundo. Uma feira livre gigante com inúmeras opções de compras aos viajantes. Lá, você pode comer um dos melhores e mais frescos sushis da região ou passear para conhecer e comprar as iguarias nipônicas.

Mercado Tsukiji Toquio

Nós reservamos uma manhã para passear pelo Tsukiji Fish Market e experimentamos um pouco da exótica gastronomia japonesa. Uma das iguarias que adoramos foi o mini-polvo, que faz muito sucesso entre os visitantes. Clique aqui e veja uma postagem completa sobre o Mercado Tsukiji e um pouco mais sobre este prato.

Santuário xintoísta Meiji Jingu

Santuário Xintoísta Meiji Jingu

O Meiji Jingu é um dos santuários xintoístas mais importantes do país e também um enorme complexo dedicado à religião. Prédios vermelhos e imensos toris, além de uma boa área verde, encantam pela beleza e exuberância. 

O espaço foi construído em dedicação aos espíritos do Imperador Meiji e sua companheira, a Imperatriz Shoken. Destruído na Segunda Guerra Mundial, o Meiji Jingu foi reerguido pouco tempo depois. Tivemos a sorte de assistir a um tradicional casamento xintoísta, sendo celebrado na hora da nossa visita. A noiva chamou a nossa atenção mais que o normal. Isso porque ela se destacava pelo imenso chapéu, o wataboshi, e o noivo por conta do elegante quimono preto. Segundo a tradição, este é o momento em que os noivos levam os convidados para uma cerimônia de purificação onde tomam saquê e simbolizam o início de um ciclo, um elo familiar.

Templo budista Senso-ji

Templo Budista Senso Ji

É o templo budista mais antigo do Japão. Este já é o argumento que põe a localidade nesta lista. Há um corredor imenso com várias lojas e, geralmente, lotado de pessoas indo e voltando do acesso ao monumento. E a entrada é maravilhosa, adornada por esculturas gigantes, feitas com riqueza de detalhes. Além disso, o interior também chama atenção pela arquitetura minuciosa e pelas esculturas orientais gigantes talhadas em pedra.

Este templo foi construído no ano 645 d.C. e isso faz dele o mais antigo do país. Diz a lenda que dois irmãos pescaram a estátua da deusa Kannon no rio Sumida e, apesar de sempre devolverem a estátua às águas, ela sempre retornava pra eles. Depois disso, o templo foi construído nas proximidades do rio em homenagem à divindade.

Museu Miraikan

Museu Miraikan

Um dos museus mais incríveis do Japão! Sabe aquelas reportagens sobre robôs japoneses, novas tecnologias implantadas no oriente e estudos de inteligência artificial? Pois é, tudo isso você vai ver neste museu. Um prato cheio pra quem curte o universo nerd e também para o aprendizado das crianças.

Tem o robô que joga futebol, interage com os visitantes e muitas outras coisas que fazem deste museu um dos mais visitados de Tóquio. Eles apresentam desde soluções socioambientais à nova geração high-tech que vai revolucionar o trabalho cotidiano, seja na área da construção civil ou residencial.

Miraikan Tóquio

Os ambientes de interação também são muito interessantes, fazendo o visitante participar das atividades que são montadas por lá.

Golden Gai

Golden Gai Tóquio

A noite em Tóquio também pode ser divertida e movimentada. A Rua Golden Gai nada mais é que um complexo de restaurantes trabalhando a todo vapor para receber visitantes de todos os lugares do mundo. Posso dizer, talvez, que seja um inferninho bem diferente das ruas bem organizadas da capital nipônica.

O viajante pode experimentar vários pratos da gastronomia local e reunir amigos em pequenas festinhas, que acontecem no meio da rua. Para quem está acostumado com o silêncio japonês e os lugares mais tranquilos da cidade, a Golden Gai rompe um pouco este paradigma, transformando pequenas vielas em lugares efervescentes, onde o cheiro de óleo está impregnado no ar, os restaurantes lotados de locais ou turistas e a noite atravessa a madrugada.

Vale a pena dar uma passada para conhecer e, se ficar mais à vontade, sentar e experimentar a culinária de algum restaurante típico, com boas bebidas e curtir a noite ao ritmo japonês.

Nós visitamos o Japão durante o frio. Quer saber todos os detalhes sobre o clima japonês e como se vestir para curtir sua viagem durante as baixas temperaturas no país? Clique aqui para conferir o post completo.  

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo