Visitando Nara, a mística cidade japonesa!

17 de janeiro de 2018 - Por Próximo Embarque

Se pudéssemos traduzir Nara com uma frase, talvez escolheríamos esta: “Uma cidade que transmite em cada canto uma mensagem sobrenatural”. É incrível a sensação de pureza espiritual e a busca pela devoção que existe por lá.

Contamos aqui como foi nosso roteiro em uma cidade que consideramos ser uma das mais importantes do Japão e, na nossa opinião, uma  parada obrigatória para os viajantes.

Visitando Nara 2

Um pouco da História

Primeiramente, Nara já foi a capital do Japão, isso no ano de 710. Uma longa data, não é mesmo? Digo isso para pontuar que a cidade tem muita tradição para a gente narrar. Imagina a influência religiosa que esta região recebeu até os dias atuais. Pois é! E este é um dos motivos que leva Nara a ter alguns entre os maiores e mais antigos templos de todo o país.

Muitos consideram breve a passagem de Nara como a capital japonesa. Este período durou 74 anos e, logo depois, a capital foi transferida para Quioto. Podemos dizer que é incrível como monumentos e prédios sobreviveram por tanto tempo, mesmo depois da Segunda Guerra e de ataques de alguns clãs no século XII.

Visitando Nara 3

Tudo permanece por lá, erguido e resistente ao tempo

Templo Tõdai-ji

Não há como falar em Nara sem falar deste lugar. Um gigante cravado na região.

Visitando Nara 6

Não se trata somente de um templo, mas de um grande complexo budista que abriga a maior estátua do mundo do Buda esculpida em bronze, conhecido como Daibutsu.

Visitando Nara 5

Era uma de nossas metas na viagem conhecê-lo e é impressionante imaginar como uma escultura daquele tamanho foi feita há tanto tempo e com tanta perfeição além, claro, dos detalhes arquitetônicos do prédio.

Templo Nigatsudo Hall

Este prédio faz parte do complexo Tõdai-ji, como se fosse uma extensão. É considerado um dos tesouros japoneses e tem uma vista pra cidade de Nara de tirar o fôlego.

Visitando Nara 7

A subida da escadaria também é bela e repleta de esculturas feitas em pedras na entrada. Um lugar lindo por fora e por dentro.

Nós estivemos no Japão em Novembro, mas no mês de março, o Nigatsudo Hall recebe o festival Omizutori. Um show de fogos de artifício que são instalados na varanda deste templo e já é tradição de mais de mil anos. Vale assistir se você pretende visitar o Japão neste período.

Visitando Nara 9

Parque de Nara

Lindo, arborizado e generosamente grande. O parque é um lugar legal para passear e contemplar as cores de cada época. Nós visitamos o Japão em Novembro e o cenário não podia ser mais bonito.

Visitando Nara 10

A diversidade nos tons das árvores, o contraste com o verde da grama e o clima de começo de inverno realmente são atrações à parte para curtir no país. Nós recomendamos!

Cervos de Nara

Uma das maiores atrações na cidade, sem dúvidas, são os cervos. E esta é mais uma história que envolve mistério, misticismo e beleza da região. Os xintoístas acreditam que a chegada destes animais foi uma mensagem de Deus e que a função deles é proteger a cidade, como anjos. Hoje, eles são considerados um tesouro natural, sendo respeitados por todos os moradores e andam livremente pelos parques, templos e ruas.

Visitando Nara 13

Se o visitante quiser, pode interagir com estes bichos. Basta comprar biscoitos que são vendidos em vários pontos e alimentá-los. Claro, são animais e alguns cuidados precisam ser tomados. A maioria deles é dócil, mas é bom ter cautela – já dizem as placas, alguns incidentes podem acontecer.

Não passe frio

Visitando Nara 14

Nós já saímos de Brasília bem agasalhados e protegidos do frio que faz nesta época no Japão. Então, recomendamos que você viaje tranquilo com a FieroNós já viajamos outras vezes com a marca e os termômetros não foram problema. Vale muito a pena!

Como ir

Visitando Nara 15

Nara está localizada a menos de uma hora de Quioto e Osaka. Fomos usando o JR Pass partindo de Osaka e pegando na estação principal o trem Yamatoji Rapid Train. Este passa a cada 50 minutos.

Em 2017, ele estava partindo da plataforma 1, ou Track 01. Os horários mudam nos fins de semana, mas você pode consultar na própria estação. A partir de Quioto, a linha até Nara parte da estação principal (Kyoto Station) com a linha JR Nara Line. Há placas que indicam a plataforma e todos os funcionários saberão te conduzir até lá. É muito tranquilo!

Próximo Embarque - 17/01/2018

Thiago Inter é jornalista de TV, já atuou em Assessoria de Comunicação, adora produzir documentários, fotografia e percorrer o mundo. Mariana Bontempo é jornalista com pós-graduação em cinema e formada também em gastronomia. Adora experimentar viagens e os pratos típicos de cada região, uma cozinheira por vocação.

Últimos artigos de Próximo Embarque

Tirando visto para o Japão

Visitar o Japão pode ser uma das experiências mais incríveis para um viajante que pretende explorar um novo continente. E estar […]

Ver todos os posts de Próximo Embarque

Compartilhe com um amigo:

O especialista do frio indica...

Quando as temperaturas começam a baixar, nada melhor do que contar com a opinião, conselhos e dicas de quem entende muito sobre o frio. Não importa qual o assunto, aqui você encontrará o melhor conteúdo para que possa aproveitar todos os momentos do inverno e esclarecer as suas principais dúvidas sobre os dias frios. Quer sugestões sobre os melhores produtos para aquecer, dicas  para manter a saúde ou sobre o que levar na mala na sua próxima viagem de inverno? Confira alguns posts selecionados a dedo pelos nossos especialistas do frio para você!

Top