Whistler para quem não curte Ski e Snowboard: sugestões de passeios e atrações

Whistler é uma cidade localizada entre duas montanhas chamadas Whistler e Blackcomb. Para chegar no local são apenas 127 km de Vancouver, no Canadá, o que dá em torno de 2 horas de viagem de carro de uma cidade à outra. Os meses de janeiro e fevereiro são considerados os melhores para aproveitar os esportes de inverno, quando a média de temperatura na cidade é de -4.7°C segundo o site Climate.  

Além dos esportes mais tradicionais, como Ski e Snowboard, existem outras atividades para fazer na cidade. Para quem não curte as modalidades mais populares ou não tem coragem para praticá-las, separei 5 atividades para curtir Whistler de uma forma diferente e até economizar. Confira!

Snow Tubing

Snow Tubing Whistler

Não quer fazer Ski ou Snowboard, mas deseja aproveitar a neve mesmo assim? Uma dica é ir até o Coca-Cola Tube Park, na montanha Blackcomb. Nesta atividade você utiliza uma boia redonda para descer uma montanha coberta de neve em alta velocidade. É como se fosse aquela atração de piscinas em clubes, o tobogã, só que ao invés de escorregar na água, fará isso na neve.

A caminhada para chegar até o local da atividade te garantirá uma vista incrível com direito a subir pela Gôndola e caminhar pelas trilhas, isso sem pagar nada. Ao chegar ao topo, basta comprar o ticket e escolher se deseja brincar uma ou duas horas no local. Você não precisará de nenhum equipamento além da boia que já está inclusa no preço da atividade.

Mas, claro, um casaco, botas, luvas quentinhas e calças confortáveis farão toda a diferença para que você não congele na montanha. Lembrando que é aconselhável que toda a roupa seja impermeável, afinal, estamos falando de uma brincadeira na neve.

Eu utilizei um casaco impermeável e corta vento para fazer essa atividade, o modelo Nebraska da coleção Thermo Mountain da Fiero. Ele me protegeu durante toda a brincadeira que envolveu muita neve e vento. Por baixo dele usei uma segunda pele e um moletom. Também estava com luvas e touca. Além de manter o tronco protegido é preciso se lembrar das pernas e pés. Por isso, escolhi colocar uma segunda pele por baixo e uma calça leve e impermeável por cima. Nos pés estava usando uma bota com lã sintética da linha neve da Fiero. Para deixar o pé ainda mais aquecido, vale usar uma meia mais grossa por dentro! 

Bota Fiero

A ideia da atividade é subir até o topo da montanha e depois descer com a boia. Mas, claro, você terá a ajuda de uma esteira para subir tudo. Antes de chegar ao topo você encontrará uma saída para crianças, por ser bem mais curta que as outras. No topo da montanha você terá as duas principais descidas. A primeira delas é a para iniciantes, já que é menor e, consequentemente, você ficará menos tempo descendo. Ao lado dela você encontrará a avançada, mais alta e com mais emoção e velocidade que a outra. Minha dica é que você experimente as duas para decidir qual delas é a sua preferida, mas já vou avisando que a avançada é mais empolgante!

Se você for fazer essa atividade com sua família ou amigos, vale a pena descerem uma vez juntos ou sempre juntos. Eu fui com meu namorado e um grupo de amigos. Por isso, acabei descendo todas as vezes com ele, em dupla, e outras com mais dois amigos (quatro pessoas). Eu indico já que com mais pessoas fica ainda mais divertido!

Outro ponto para observar é o tamanho das filas. Isso porque quanto maior forem, mais tempo você perderá esperando para descer. Consequentemente, menos vezes descerá dentro do período em que comprou a atividade. Fique de olho nisso e nada de enrolar para subir a montanha quando descer. Antes de chegar na esteira terá sempre uma pessoa checando a validade do seu ingresso, por isso eles pedem para que você o coloque no casaco. Então, pode ficar tranquilo que quando não der mais para descer, você saberá! Mas, é importante controlar o tempo em um relógio ou no seu celular.

Algo que talvez te incomode é o fato de ninguém caminhar pela esteira. Acredito que se todos caminhassem nela, ao invés de apenas ficarem parados, conseguiríamos ir mais vezes até o topo para aproveitar ainda mais a atividade. Uma pena!

No site WhistlerBlackcomb.com você consegue encontrar os preços do Coca-Cola Tube Park. Na data que escrevo este post, crianças pagam CAD$17 por uma hora e CAD$20 para duas horas. Adolescentes (até 19 anos) pagam CAD$20 para uma hora e CAD$30 para duas. Adultos pagam CAD$22 para uma hora e CAD$29,50 para duas. Idosos conseguem um preço inferior ao dos adultos para participarem da brincadeira, sendo CAD$20 para uma hora e CAD$28,50 para duas horas. Lembrando que tudo no Canadá possui uma taxa a ser cobrada em cima do valor, que gira em torno de 12% em British Columbia (província em que Whistler está localizada).

Passear pela Vilarejo

Whistler Olimpíadas

Whistler é uma cidade com menos de 10 mil habitantes e possui um vilarejo totalmente acolhedor no qual você pode caminhar sem se preocupar com a presença de carros, já que eles são proibidos de circular no local. Vale aproveitar a vista com as montanhas ao redor e também entrar nas lojas. O local possui mais de 180 lojas repletas de souvenirs!

Se você procurar por "Village Stroll Whistler" encontrará imagens incríveis da cidade. Se quiser uma ajuda para andar por lá, neste site você encontra um mapa de toda a vila. A cidade foi subsede das Olimpíadas de Inverno de 2010, cuja sede foi Vancouver. O símbolo do evento neste ano, o homem de pedra (Inukshuk), também pode ser encontrado em Whistler, mas você consegue encontrar o original numa praia em Vancouver, chamada English Bay.

Homem de Pedra

Vale dar uma observada na cidade durante a noite também, já que Whistler possui vários restaurantes abertos neste horário e, o melhor, com aquecedores! Aproveite também para dar uma caminhada e depois escolher um lugar quentinho para comer e aproveitar a vista maravilhosa para a montanha. O que não falta no local são opções de restaurantes, bares, cafés e lounges! Não esqueça que durante o inverno o pôr do sol acontece mais cedo. Logo, prepare-se para se despedir do sol em Whistler entre 16 e 18 horas da tarde, dependendo do dia em que estiver visitando a cidade. 

E se eu quiser passar a noite em Whistler?

Gostou e quer aproveitar por mais tempo? Então, vale procurar por uma acomodação e curtir ainda mais a cidade. Se está com uma turma de amigos ou em família, minha sugestão é dividir um apartamento ou casa que podem ser encontradas nos sites de aluguel de imóveis. Prepare-se para valores bem altos! Por isso, só vale mesmo a pena se estiver em grupo e puder dividir o valor.

Se não gosta dessas experiências e prefere escolher um hotel pela comodidade, fique tranquilo. Em Whistler você encontrará vários hotéis, residências, chalés e condomínios. Se esta for a sua opção, procure por “accommodation” no site Whistler.com.

Snowshoeing

Snowshoeing Whistler

Quer aproveitar a paisagem incrível de Whistler e se aventurar andando pela neve? O passeio ideal para você seria o Snowshoeing. Mas nada de chegar na cidade e ir caminhando por lá sozinho. Não é bem assim! Para esse passeio, será preciso equipamento especial e também um guia. Confira o site Whistler.com e selecione a data da sua viagem para conseguir reservar um desses passeios.

Essa será uma ótima experiência para conhecer de perto os pontos turísticos e curtir as paisagens incríveis de Whistler. No Snowshoeing você passará até 3 horas caminhando. Dependendo do pacote que escolher, o tour incluirá visitas a lagos, florestas e até museus. Tudo isso para conhecer ainda mais sobre a cultura local. Busque detalhes sobre os passeios nos sites das empresas antes de confirmar. E, claro, escolha o tour que tem mais a ver com você!

Restaurantes

Restaurante Whistler

São mais de 90 opções de lugares para comer em Whistler, então, qual escolher? Com certeza você encontrará muitos restaurantes caros, mas não é por isso que todos serão assim. Em Whistler tem um restaurante, por exemplo, chamado The Warehouse, em que todos os pratos do cardápio custam CAD$5,95. O lado negativo é que quase sempre tem fila para entrar, principalmente na hora do almoço. Se você terá pouco tempo pela cidade, o melhor seria escolher um restaurante mais rápido e onde não seja necessário ficar do lado de fora esperando para sentar.

O restaurante que fui em Whistler se chama The Old Spaghetti Factory. O mais incrível dele é que, ao escolher o prato principal, a sobremesa já estará inclusa no valor. Vale dar uma conferida no menu online para observar os preços. O ambiente também é bem tranquilo e os garçons são muito educados! 

Peak 2 Peak

Peak to Peak Whistler

Quer aproveitar a vista de Whistler de cima? Isso é possível! Basta ir para uma das atrações da cidade em que você conseguirá ter uma vista 360 de tudo. Este passeio é chamado PEAK 2 PEAK. Você atravessará em uma gôndola a 436 metros de altura das montanhas Whistler até a Blackcomb. E o melhor é que algumas gôndolas possuem uma parte do chão de vidro. Consegue imaginar a belíssima vista tanto das janelas quanto olhando de cima para baixo da gôndola? Exatamente!

Algumas pessoas visitam o vilarejo e procuram apenas o Peak 2 Peak para aproveitar a vista e é um passeio que também sai bem em conta. Isso porque você não precisará de nenhum outro equipamento! O passeio sai por CAD$55 para adultos e CAD$48 para adolescentes e idosos. Crianças acima de 7 anos pagam CAD$27 e abaixo dessa idade o passe é gratuito (Confira os preços).

Para finalizar, não se esqueça de programar toda a viagem em detalhes antes. Isso porque, se tiver apenas algumas horas em Whistler, precisará se organizar para fazer todas as atividades. Uma dica é utilizar um aplicativo chamado TripIt para planejar todos os passeios que deseja fazer durante sua visita à Whistler.

Quer conhecer outras cidades para programar a sua temporada de inverno no Canadá? Acompanhe nossas aventuras no país! Já estivemos em Vancouver e nossa próxima parada no país será Toronto!  

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo