Garibaldi

Conheça Garibaldi, a Capital Brasileira do Espumante

Garibaldi tem tudo o que se espera de uma cidade com ótima qualidade de vida: ruas calmas, um centro charmoso com casarões históricos que resistiram ao tempo e uma produção agrícola sustentável que rendeu à cidade o posto de Capital Brasileira do Espumante, já que é responsável, junto com Bento Gonçalves, por 80% da produção nacional desta bebida.

Garibaldi Vintage

Como chegar

A forma mais utilizada para se chegar até Garibaldi é através do Aeroporto Internacional Salgado Filho (POA), em Porto Alegre, que fica a 100 km da cidade (cerca de 1h30 de carro). A alternativa mais próxima é o Aeroporto Regional Hugo Cantergiani (CXJ) de Caxias do Sul, distante apenas 45 km da cidade. Porém, é importante ressaltar que tem menos ofertas de voos se comparado ao aeroporto da capital. 

Clima e o que vestir

Clima e o que vestir Garibaldi

No mês de Janeiro, o mês mais quente do ano, a temperatura média em Garibaldi é 21°C. Se quiser aproveitar o mês com as temperaturas mais baixas do ano, visite Garibaldi em Junho, quando os termômetros apontam uma temperatura média de 11°C. Em qualquer época do ano os passeios pela Serra Gaúcha exigirão um agasalho, já que mesmo em dias quentes a variação climática é muito comum e as noites costumam ser frias.

Nosso kit básico para cidades assim é composto de calças, blusas segunda pele, fleeces e jaquetas corta-vento, além de luvas e outros acessórios. A maioria dos produtos para frio que vestimos compramos na Fiero, uma marca brasileira que tem produtos de qualidade internacional com preços bem mais em conta do que as concorrentes estrangeiras: http://www.fieroshop.com.br

Onde Dormir

Hotel Casacurta Garibaldi

O Hotel Casacurta é parte fundamental da história e do patrimônio arquitetônico desta cidade. A atenção aos detalhes da decoração só não é mais impressionante do que a excelência no atendimento e o cuidado que todos funcionários têm com os hóspedes. A hospitalidade é genuína e o carinho inclui recepção com espumantes premiadas e habitações pet friendly.

Atrações

Atrações Garibaldi

Tudo é história e encantamento por aqui! Para começar, a Rota dos Espumantes, composta por 20 vinícolas que mostram a relação íntima entre a alta tecnologia na elaboração de espumantes e os ecos culturais dos séculos passados. 

Uma das vinícolas mais modernas do Brasil é a Domno de Garibaldi, parte importante do Grupo Famiglia Valduga. As visitas ocorrem de segunda a sábado das 9h30 às 16h00 com um custo R$ 20,00 por pessoa. Os grupos saem com no máximo 15 participantes e cada visitante ganha uma taça personalizada Ponto Nero. Não há número mínimo de pessoas para as visitas, nem horário programado para as saídas.

A visita guiada pela vinícola é diferente de tudo que já experimentamos, com uma imersão completa no método. Lá pudemos provar a bebida em diferentes fases do seu processo de elaboração, é incrível beber espumantes que ainda não estão prontos e ir descobrindo novas nuances e sabores. 

A qualidade da produção destes espumantes exigiu investimentos enormes, todos os rótulos premiados tem uma história. Por exemplo, esta é uma das poucas vinícolas brasileiras a utilizar um filtro tangencial na elaboração de espumantes, minimizando o uso de aditivos externos ao mosto. 
 
Dommo Garibaldi

Outro passeio fundamental na cidade é a Madelustre, o Mundo do Vidro, uma fascinante experiência pela história do vidro e de como o ser humano aprendeu a superar suas habilidades ao longo dos tempos. A visitação à fábrica funciona de terça a sábado das 10h às 16h e atende grupos de, no máximo, 15 pessoas por vez ao preço de R$ 20 por pessoa. Este valor pode ser totalmente revertido em produtos.

Tudo começa com uma divertida explanação sobre as possíveis origens do vidro, seus mais de 5 mil anos de história e fatos interessantes como sua importância em rituais religiosos. É na Madelustre que você vai encontrar a maior taça de champagne do mundo, registrada no Guinness World Records. São 219 cm de altura, cerca de 33 Kg e capacidade para 186 garrafas de espumantes.

Só de chegar perto desta preciosidade já deu para imaginar o trabalho da equipe que criou diversos moldes em mais de três meses de trabalho árduo. A visita se torna ainda mais interativa quando pisamos no chão da fábrica, onde podemos acompanhar toda a movimentação dos funcionários bem de perto. Aqui areias, material fundente e carbonatos são submetidos a temperaturas que ultrapassam os 1200°C para que sejam transformados em vidro.

Madelustre Garibaldi

O momento mais esperado da visita guiada é quando os turistas são instruídos a manejar uma peça até que a mesma tome forma. É emocionante participar ativamente da produção artesanal do vidro!

Fenachamp a Festa do Espumante Brasileiro

Fenachamp Garibaldi

Os gaúchos sabem muito bem celebrar os bons momentos, tanto que neste estado existe praticamente uma festa para cada tipo de bebida. Uma das mais famosas é a Fenachamp, dedicada exclusivamente aos espumantes produzidos na região.

Na área externa fica uma reprodução das antigas Vilas Italianas. Aqui encontramos muitos itens que nos teleportam direto para o estilo de vida dos imigrantes que povoaram a região no século XIX. É comum se deparar com moradores vestindo roupas típicas e disputando jogos tradicionais ou então turistas felizes em um passeio de trator!

O evento mais esperado da Fenachamp é o Sabrage Coletivo que acontece sempre no primeiro final de semana da festa. Este espetáculo está registrado no Guinness Book desde 2011 como a maior sabragem do mundo, reunindo mais de 350 participantes para executar a degola do espumante.

Segundo dados históricos, quem difundiu esta técnica foi o imperador francês Napoleão Bonaparte, que comemorava com seus soldados as vitórias de cada batalha literalmente "degolando" as garrafas de champagne com seus sabres (um tipo específico de espada). Relatos contam que o ritual era sempre seguido pela frase “Merecido nas vitórias e necessário nas derrotas”.

Do século XVIII pra cá muita coisa mudou, obviamente, mas o sabrage é uma técnica que ainda encanta os aficionados por espumantes. Na Fenachamp o evento é democrático e divertido, encontramos desde o prefeito da cidade até personagens peculiares como um senhor vestido com acessórios feitos com rolhas. 

A festa acontece no pavilhão principal, mas não se engane! Este não é um evento tradicional onde os pavilhões ficam abarrotados de lojinhas com produtos comuns. A Fenachamp é uma espécie de festival enogastronômico com diversos ambientes simulando bares e restaurantes elegantes. 

Fenachamp Restaurantes Garibaldi

Ao todo são 23 produtores do Rio Grande do Sul e Santa Catarina que vendem espumantes premiados a preços acessíveis, além de 14 restaurantes que oferecem mais de 70 opções de pratos. Tudo isto em meio a um palco com programação musical intensa e grandes shows!

Garibaldi Vintage: uma encantadora viagem no tempo

Festa Vintage Garibaldi

Duas vezes por ano, entre março e novembro, a cidade é palco do evento enogastronômico chamado de Garibaldi Vintage, certamente a noite mais divertida, deliciosa e encantadora da Região da Uva e Vinho da Serra Gaúcha.

O palco principal é a rua Buarque de Macedo, uma das vias mais antigas do estado, que foi revitalizada para valorizar o conjunto arquitetônico de prédios históricos e fachadas centenárias. As largas calçadas, linda iluminação e despoluição visual devido à rede subterrânea de água, luz e telefonia são uma ode à memória cultural e histórica de Garibaldi.

O evento consiste em unir atrações culturais, vinícolas, restaurantes, cervejarias e o comércio local em uma festa temática ao ar livre que geralmente ocorre em uma sexta-feira das 19h à meia noite. Os cardápios mudam a cada evento e contemplam desde os famosos brownies da Le Petit Sablé, bolo no pote da Ivi Cupcake, macarons da Dolce Mattina, nhoque aos três queijos da Osteria Della Colombina, hambúrguer de filé mignon da Trattoria Primo Camilo, risoto da Hostaria Casacurta, Choripan do Valle Rústico, até dezenas de outros pratos dos 15 expositores.

Macarons Garibaldi

Na Avenida Rio Branco acontece a exposição de carros antigos e, para aumentar ainda mais a aura de volta ao tempo, boa parte dos visitantes chegam vestidos à caráter. A alegria dos moradores da região é emocionante e contagiante, afinal esta é uma festa para todos. As atividades divertem desde as famílias com crianças pequenas até o pessoal da melhor idade. A ruas são seguras e, apesar de ser um evento que envolve bebidas alcoólicas, nenhuma edição teve registro de roubos ou violência.

Onde Comer

Osteria Della Colombina, a alma da Estrada do Sabor em Garibaldi

Osteria Della Colombina Garibaldi

A Estrada do Sabor é um roteiro inovador, criado para desenvolver o turismo rural. Diferente de seu vizinho, o Vale dos Vinhedos, que possui uma grande estrutura turística e industrial com centenas de trabalhadores, o Roteiro Estrada do Sabor mantém as caraterísticas rurais do povo que habita estas terras desde o início da imigração italiana no Rio Grande do Sul.

A principal atração na Estrada do Sabor é a casa de dona Odete Bettú Lazzari, que comanda a Osteria Della Colombina com a ajuda das filhas. 

De acordo com a tradicional arquitetura italiana herdada pelos imigrantes, todas as casas são construídas com um porão. Este espaço com chão natural de terra é o ideal para a conservação dos vinhos e maturação dos queijos e salames. Na Osteria Della Colombina, o porão foi transformado no restaurante em um resgate histórico das memórias da família.

O Almoço no Osteria Della Colombina tem preço único de R$ 65,00 por pessoa sem as bebidas. Para quem deseja deixar a experiência ainda mais intensa, recomendamos adquirir a "Oficina Mãos na Massa" por mais R$ 8,00. É essencial entrar em contato para agendamento prévio já que o restaurante não atende todos os dias e comporta cerca de 35 pessoas por vez.

É legal entender o conceito por trás do nome. Em italiano as Osterias são restaurantes familiares que servem refeições caseiras, quando escrito com o "h" (Hosteria), também é disponibilizada hospedagem. A tradução de Colombina é "Pomba". As nonas italianas (avós) costumavam fazer pombinhas com massa de pão para presentear seus netos.

Perpetuando esta herança cultural, dona Odete costuma presentar seus clientes com estas pombinhas, e assim é possível compreender o motivo do nome do restaurante. Além disso, a oficina Mãos na Massa é uma oportunidade para os visitantes aprenderem a confeccionar suas próprias colombinas.

Colombina Garibaldi

O cardápio apresentado é a melhor forma de avaliar na prática os conceitos de Slow Food, Comfort Food, Orgânicos e Food Miles. A comida tem profunda relação com o ambiente e a cultura do terroir, praticamente tudo é produzido nas terras próprias ou vêm de vizinhos próximos evitando transporte de alimentos e causando o menor impacto ambiental possível.

Os pratos servidos vão de Polentas Brustoladas com Queijo, Sopa de Capeletti e Nhoque aos Três Queijos a uma Carne Assada à Moda Antiga feita na panela de ferro junto a diversos vegetais. No restaurante também é possível provar Fortaias, uma omelete simples e deliciosa.

Ao final da refeição, dona Odete vai de mesa em mesa com um largo sorriso no rosto e a linda bandeja com as pombinhas já assadas e prontas para serem embaladas. É emocionante receber a Colombina feita pelas nossas próprias mãos!

Trattoria Primo Camilo: gastronomia italiana e bons vinhos
 
Primo Camilo Garibaldi

O restaurante Trattoria Primo Camilo tem localização privilegiada no centro de Garibaldi, na esquina da Avenida Rio Branco com a Rua João Missiaggia. O antigo casarão foi restaurado e adquirido pelo chef Altemir Pessali, ex jogador profissional de futebol, que atuou como zagueiro em vários times famosos do Brasil e no Frontale Kawasaki do Japão.

Tanto a mansão construída sobre pedras de basalto quanto o restaurante fazem parte da história de Garibaldi. A Trattoria Primo Camilo foi a primeira pizzaria com forno à lenha da cidade. O atendimento é extremamente eficiente, qualificado e acolhedor, não é à toa que o local está sempre lotado! Portanto, reserve seu jantar com antecedência para não correr o risco de ter que permanecer por muito tempo na fila de espera.

Para facilitar a vida de clientes novos e indecisos como a gente, o restaurante oferece uma lista com "Sugestões da Casa". As porções individuais incluem entrada, prato principal e sobremesa. Tudo isso por R$ 89,00 por pessoa!

As delícias da casa incluem Pizzas incríveis e pratos como o Foundue de 4 Queijos no Pão Colonial, Filé Mignon com cogumelos frescos acompanhado por Risoto de Ervas Finas. Além destes pratos, há também as sobremesas, como o delicioso Sorvete ao Forno.

Uma das experiências mais interessantes na Trattoria Primo Camilo é sua adega. O restaurante não tem carta de vinhos, cada cliente vai até a cave e escolhe a bebida como se estivesse em uma loja. Os preços são ótimos e a seleção é uma das melhores da região.

Hostaria Casacurta: a Evolução da Gastronomia
 
Hostaria Casacurta Garibaldi

O Hostaria Casacurta (parte do complexo do Hotel Casacurta) carrega em seu DNA a memória gastronômica dos milhares de imigrantes que chegaram à Serra gaúcha no séc. XIX, ao mesmo tempo em que serve seus clientes com a sofisticação e contemporaneidade do século XXI.

O ambiente do restaurante, construído na rocha do alicerce do hotel com paredes de pedras e temperatura de adega, nos remete à um porão de um castelo da era medieval. O mobiliário e a decoração rústica contrastam com a delicadeza das louças, taças e talheres finos.

A Hostaria Casacurta trabalha com menu à la carte e também com menu degustação. Devido ao espaço pequeno e exclusivo do restaurante, as reservas para quem opta pelo menu à la carte são altamente recomendadas. Se o seu desejo é o menu degustação, chamado de Experiência Casacurta, as reservas com 24 horas de antecedência são essenciais.

Os pratos à la carte são muito bem servidos e tem uma ótima relação custo x benefício, assim como o menu degustação que custa R$ 85,00 por pessoa sem bebidas, já o custo do menu hamornizado é de R$ 130,00 por pessoa. Aqui você poderá experimentar delícias como Focaccia com Alecrim e Sal Grosso, Ravióli de Vitela com Molho de Shitake e Filet ao Molho de Mostarda Dijon.

A carta de bebidas conta com mais de 100 rótulos de vinhos e espumantes, privilegiando a produção local e dedicando mais de 70% destes à Serra Gaúcha.

Bom, já deu para perceber que Garibaldi é uma cidade fascinante e cheia de possibilidades incríveis! Agora é o momento de você começar a se programar e dedicar pelo menos duas diárias para curtir e descobrir estas e muitas outras atrações que irão ficar para sempre em sua memória!

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

6 comentários de “Conheça Garibaldi, a Capital Brasileira do Espumante”

  1. Delícia de cidade hein.. acredita que moro em Floripa, relativamente perto, e ainda não conheço! Cada vez que leio sobre Garibaldi, Bento Gonçalves e outras cidades da serra gaúcha que pra mim são quase sinônimos de boa comida e bebida, tenho certeza que preciso conhecer logo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo