Vinícolas Chilenas

Visitando Vinícolas Chilenas: Concha Y Toro e Casa Silva

O Chile é um dos países mais procurados pelos turistas brasileiros, não apenas por oferecer um turismo com ótimo custo/benefício, mas também pelas suas inúmeras belezas naturais. No Norte, o Deserto do Atacama é considerado o mais árido do mundo, mas também tem belas paisagens, com vulcões, uma planície de sal e antigas cidades do império Inca. Já no sul do país, a mistura da Cordilheira dos Andes e do clima frio formam fiordes, lagos e geleiras, que atraem muitos turistas e chilenos.

Outro lugar incrível e que merece um destaque especial é a Ilha de Páscoa! Localizada a quase 4 mil quilômetros da costa chilena, no Oceano Pacífico. Seus misteriosos moais atraem muitos curiosos curiosos pelas esculturas de pedra vulcânica com feições humanas. O maior Moai da ilha tem 23 metros de altura!

Quando decidimos que o Chile seria o nosso próximo destino, já começamos a elaborar e  tentar conciliar o pontos turísticos mais populares com as visitas às Vinícolas. Afinal, viajar ao Chile e não conhecer seus vinhos espetaculares é o mesmo que remover o carimbo do passaporte (hehe).

Os vinhos chilenos, muito conhecidos em todo o mundo, são uma atração à parte! Devido ao clima diversificado ao longo de toda a sua extensão, o Chile é privilegiado para a produção de vinhos. Os verões quentes e as poucas chuvas ao longo do ano criam ótimas condições para o crescimento das uvas, sem quantidade excessiva de água nas vinhas. O destaque é para os vinhos cabernet sauvignon e merlot, além da carmenère, uva emblemática do país. Os tintos estão entre os melhores do mundo e totalizam 60% da produção nacional. Os brancos de qualidade são oriundos das uvas chardonnay e sauvignon blanc, mas produtos de riesling e viognier também têm chamado a atenção de críticos e especialistas.

Pronto! Roteiro definido. Entre tantas coisas para se fazer em 6 dias, conseguimos visitar apenas duas vinícolas: a Casa Silva e a Concha Y Toro.

Concha Y Toro

Vinícola Concha y Toro

Localizada no Valle del Maipo, nos arredores de Santiago, a Concha y Toro é a vinícola mais visitada do Chile!

Para chegar até a vinícola, você poderá utilizar o metrô e descer na estação Las Mercedes. De lá, poderá pegar um táxi, cujo percurso dura aproximadamente 10 minutos, ou um ônibus coletivo, que vai deixar você praticamente do lado da vinícola. Os ônibus que te levam até lá, segundo a própria orientação do site da Concha y Toro, são os metrobus de números 73, 80 ou 81. O bilhete custa aproximadamente 600 pesos chilenos.

Como nós fizemos o City Tour, o passeio na Concha Y Toro já estava incluso. A Concha y Toro é uma das maiores produtoras de vinho do mundo e é a maior do Chile. Com exportação para mais de cem países, produz doze marcas de vinhos em dezenas de vinhedos espalhados por todo o país.

Existem 2 tipos de tours oferecidos pela vinícola atualmente. O primeiro deles é o Tour Tradicional, no qual é possível conhecer os jardins da vinícola, saborear algumas uvas das parreiras, degustar dois tipos de vinho e visitar o Casillero del Diablo. E, para fechar com chave de ouro, você ganha uma taça de presente!

Concha y Toro Taça

Mas, nós optamos pelo tour “Don Melchor”, que começa pela visitação dos jardins do casarão amarelo, antiga propriedade da família de Don Melchor, e passa por um lindo lago próximo de onde acontece a primeira degustação de vinhos. Antes da segunda degustação, que também acontece na parte externa da vinícola, passamos pelos vinhedos, onde recebemos algumas informações do guia.

Concha y Toro passeio

Concha y Toro degustação

Para finalizar o tour, seguimos para a parte interna a fim de conhecer a bodega e a famosa lenda do Casillero Del Diablo, onde é passado um vídeo contando a história por trás desse rótulo. O passeio é finalizado com mais uma degustação. Ao final da visita, fomos presenteados com uma taça e uma tábua de frios com a marca da vinícola.

Casa Silva

Vinícola Casa Silva

Há muitos anos sou apaixonado ela Vinícola Casa Silva, tanto pelos excelentes vinhos quanto pela sua cultura. A vinícola faz parte do Valle do Colchagua, um pouco mais distante de Santiago, cerca de 140 quilômetros. O charme e a beleza compensam a distância!  

Para chegarmos até a Concha y Toro, contratamos um tour de uma empresa local, mas a chegada até a Viña Casa Silva já não é tão simples assim. Chegamos à conclusão que teríamos duas opções: ir de ônibus ou alugar um carro. Pela praticidade, flexibilidade e vantagem de conhecer melhor o país, optamos por alugar um carro.

Era dia 21 de Outubro, acordamos cedo, tomamos café e fomos até a locadora. Chegamos pontualmente às 08h30, horário de abertura da locadora, esperamos um pouco e fomos atendidos. Nesse dia, levando em consideração o destino da nossa viagem, vestimos uma blusa segunda pele e um suéter Fiero. Roupas leves e confortáveis para aproveitarmos bem nosso dia na vinícola!

Saímos de Santiago por volta das 9h20. A saída da cidade é um pouco diferente, principalmente para quem mora em cidade pequena, mas nada estressante já que em 2km já estávamos na Ruta 5. Chegamos por volta das 10h50 em nosso destino, sendo que tínhamos agendado o início da nossa visita para às 11h. Enquanto aguardávamos o começo da visita, aproveitamos para contemplar o lugar.

Vinhedos lindos se estendiam por quilômetros quadrados, as montanhas de um lado, Cordilheiras dos Andes de outro. Cenário perfeito para passar algumas horas.

Casa Silva Cenários

Logo iniciamos a visita por toda a vinícola. Assistimos um vídeo com a sua história, conhecemos a coleção de carros antigos do Senhor Silva (fundador da vinícola) e as barricas onde ficam armazenados os principais vinhos, que são exportados para o mundo inteiro. Para finalizar, fomos ao Hotel Casa Silva e encerramos com degustações de excelentes vinhos.

Casa Silva Vinhos

Casa Silva Vinícolas

Após a degustação, pegamos as bicicletas da vinícola e nos deslocamos por 1,5km entre os vinhedos até o Restaurante Casa Silva, que já havíamos reservado com muita antecedência. Ao lado do restaurante está o campo de Polo e, de outro, os vinhedos com as Cordilheiras dos Andes ao fundo.
 
Casa Silva Almoço

Casa Silva Campo de Polo

Almoçamos e depois iniciamos o nosso retorno à Santiago com uma sensação de gratidão por todos os momentos vividos nesse dia!

Somos o blog da Fiero! Aqui reunimos conteúdos de alta qualidade sobre o inverno, viagens, o que usar, dicas especiais e muito mais. Todos os conteúdos são produzidos por especialistas do frio e amantes da estação mais gelada do ano.

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo