Inverno Europeu o que usar

O que usar no inverno europeu

Para quem ama viajar, comprar a passagem para uma nova aventura é sempre uma alegria, né?  Mas quando o destino é de frio, especialmente o inverno europeu, imediatamente vem aquela preocupação sobre o que colocar na mala e como se vestir. Afinal, moramos em um país tropical e não estamos tão acostumados a temperaturas baixas, isso sempre causa um pouco de aflição e nos deixa em pânico na hora de montar a mala, não é? Mas, não é tão complicado quanto parece. Neste post eu explico qual a melhor forma de se vestir para curtir o inverno no velho continente!  

O primeiro item a ser verificado é saber exatamente quais temperaturas iremos encontrar. Dependendo do seu destino na Europa, ainda no outono já é possível ver os termômetros marcando temperaturas abaixo de zero. Por isso, eu sempre costumo indicar para que se pesquise nos sites de previsão estendida quais são as temperaturas para o destino.

Tendo em mãos as possíveis temperaturas a serem “encaradas”, o segredo é saber com quais e quantas CAMADAS montar o look. Normalmente, em um look para temperaturas baixas o ideal é optar por até 3 camadas, assim compostas:

Roupas Térmicas

1)Roupas térmicasBlusa, calça e meias com tecidos com textura que garantam a livre transpiração do nosso corpo. O mais comum são as chamadas segunda pele, algumas com um tecido aveludado/apeluciado por dentro. Essa camada tem como função, além de aquecer, manter o nosso corpo seco;

Aquecimento Inverno Europeu

2) Aquecimento  – Dependendo da temperatura, a segunda camada pode ser ou não a última, normalmente ela é composta por blusa ou casaco. O material utilizado nessa camada normalmente é o fleece, uma espécie de “plush”/flanela com alta tecnologia. Essa camada é responsável por manter o calor do nosso corpo e pode ser montada com mais de uma peça. A gramatura do tecido também pode variar, dependendo da intensidade do frio;

Proteção Inverno Europeu

3) Proteção – A última camada sempre é composta pelo “casacão”, que pode variar dependendo da ocasião e do clima e temperatura do local. Essa camada pode ser um simples corta vento em locais onde as temperaturas não são tão baixas, ou ainda um casaco leve, mas com aquecimento, como os casacos que possuem plumas/penas na composição. Para os dias de frio intenso e neve, é preciso optar por um casaco de lã batida ou um super casacão. Vale lembrar que para dias chuvosos e com neve, é necessário que este casaco, além de garantir o aquecimento, seja impermeável.
Acessórios Inverno Europeu

Falando ainda em itens para a composição da última camada, não esqueça dos acessórios! Itens como cachecóis, luvas, gorros, protetores de orelha e balaclavas são responsáveis por não deixarem o vento e o frio passarem. Ou seja, essenciais para qualquer viagem de inverno, especialmente quando o assunto é inverno europeu.

Além das camadas de roupas e acessórios, outro item indispensável para evitar o perrengue nas viagens de frio são as BOTAS! Dê preferência a tecidos/materiais inteligentes e tecnológicos para garantir o máximo de eficiência em aquecimento e conforto para seus pés durante a viagem. Impermeabilidade também é um item a ser considerado, principalmente se você vai para destinos com neve ou com muita chuva.

Ah! Outra coisa importante é que na maioria das cidades europeias os lugares internos são todos aquecidos. Logo, provavelmente a terceira camada será tirada e recolocada muitas vezes. Por isso, escolha peças práticas e não esqueça que as camadas “inferiores” também vão aparecer bastante durante a sua viagem, ok?

Para tentar simplificar, vou exemplificar as dicas acima mostrando um pouco do que usei em uma viagem rápida que fizemos à Áustria em novembro de 2019:

Viena Inverno Europeu

Esta foto é no palácio Hofburg, em Viena. Neste dia a temperatura estava próxima dos 5°C e havia muito vento. Durante este passeio não me arrependi de ter optado por touca e luvas, além de um casaco com enchimento em plumas que impediu que o ar gelado e o vento passassem. Este produto possui tecnologia que garante proteção térmica e impede que o vento frio entre para o lado interno do produto.

Durante a nossa viagem, ainda era outono (13/11), mas já tinha bastante neve. A temperatura estava próxima aos 2 graus e o casaco estava adequado para a ocasião, me manteve aquecida na medida certa. Agora, o essencial mesmo para ficar confortável num lugar com neve e temperatura baixa, foram as meias térmicas e botas forradas.

Botas Inverno Europeu

Estava usando a Bota Vermont da Fiero, uma bota de cano curto feita 100% em couro e lã natural e que manteve os meus pés sempre quentinhos. Para acompanhar e complementar o conforto térmico dos pés, uma meia térmica da marca britânica Heat Holders com TOG 2.3, que aquece 7x do que uma meia de cotton comum. 

Inverno Europeu Árvores

Também passamos por lugares onde a cara ainda era de outono, com temperaturas entre 7 e 10 graus. Nessas ocasiões, também usei casaco, meia e bota citados acima, diminuindo um  pouco as camadas intermediárias. Ah, importante lembrar que em todas as fotos eu estava com uma blusa térmica como primeira camada do look, um produto essencial e infalível quando o assunto é proteção térmica, aquecimento e conforto nos dias frios!

Viu só? Vestir-se no frio europeu não é tão complicado assim? Basta ter os produtos certos e feitos com alta tecnologia que tudo fica simples, deixando a gente se preocupar apenas com o que realmente importa: APROVEITAR A VIAGEM, né? Caso tenha algumas dúvidas ou queira mais dicas para os looks da sua viagem durante o inverno europeu, entre em contato comigo nos comentários deste post, ok?

Digital Influencer. Gaúcha, advogada e executiva. Apaixonada por moda e viciada em viagens!

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo